Marluce Torres - Entrevistada

Marluce Torres - Entrevistada

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Marluce da Silva Torres, alagoana, professora aposentada, graduada  em Letras pela Universidade Federal de Alagoas e pós Graduada e Educação Especial- IBESA, Instituto Batista de Ensino Superior de Alagoas, prestou serviço como professora da Língua Portuguesa durante trinta  anos em vários colégios do Estado de Alagoas e Municipios  de Maceió. Além de  Artista de Cordel do Portal dos Alagoanos ( Alagoas, sobretudo cultura) è uma apaixonada pela literatura, escrever para ela é uma grande terapia.Trabalhou no Jornal de Alagoas como revisora e no Serviço Social do Comércio – SESC. Começou como estagiária até o cargo de Técnico Adjunto, onde participou de todas as atividades  Educativas, Recreativas e Sociais.Tem duas filhas Danielle e Patricia a quem dedica todos os versos que faz e os livros editados ficarão com reléquias para os seus futuros netos.

 

“Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende. Leiam e se deixem encantar pela beleza de uma boa leitura.”

 

Boa Leitura!

 

Divulga Escritor - Escritora Marluce Torres é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que a motivou a ter gosto pela escrita?

Marluce Torres - Desde criança que gosto de escrever, fazia resumo de textos para os meus colegas e muitas vezes copiava  o assunto do quadro nos cadernos deles. Como professora da Língua Portuguesa, me realizei totalmente, levava poesias da minha autoria para os alunos fazerem leitura com entoação e interpretação do texto. Fazia concurso de poesias  e apresentações de parlendas e declamava para eles.  Ainda hoje sei decorada uma poesia que aprendi quando tinha sete anos em uma apresentação na escola.

 

Divulga Escritor - Em que momento se sentiu preparada para publicar o seu primeiro livro solo?

Marluce Torres -  Em 2001 participei de uma antologia no livre Nordeste em Verso e Prosa,  com a poesia Brinquedos Infantis. Nesse mesmo ano publique o meu primeiro livro  Coletâneas de Poesias, daí não parei mais, com a poesia Destinos marque presença no Congresso Nacional dos Novos Poetas e na Antologia Veloso com as poesias Primavera, Alma Gêmea e Poetizando a Vida. Na Antologia Internacional  Brasileiros em Verso e Prosa me engajei com uma poesia  em francês “ Piranhas, Une Ville de Provence Du Nord-Est.  Que fazia fronteira com ao países. Na À Deriva a poesia  O grande Sonho fez um grande sucesso. Dois Corações e Uma só Batida, me fiz presente com Uma carta de Amor e por último Nos Meus Tempos de Criança Era Assim, escrevi um conto real da minha infância. Atualmente continuo escrevendo para participar de vários concursos literários com poesias inéditas

 

Divulga Escritor - Conte-nos um pouco sobre a construção desta obra, como foi a escolha do Titulo?

Marluce Torres -  A Escolha desta minha obra foi uma junção de trinta poesias originais que versavam sobre a natureza, o amor, a criança, a felicidade, o cordel encantado, festa junina, perfumaria, a culinária alagoana, mães , a amizade, o velho carnaval , família lendas e contos de fada, que enalteciam a beleza dessa magnífica região nordestina com o título Coletânea de Poesias com uma capa belíssima mostrando um pé de Ipê Amarelo e os nossos mares.

 

Divulga Escritor - Onde podemos comprar o seu livro?

Marluce Torres -  Não só o livro mas os livros em que participei nas antologias: BECO dos Poetas e Escritores LTDA, Editora Veloso, Clube dos Autores, Editora Universitária UFPB, Editora VIVARA. Tenho Um facebook,  Luce Torres onde exponho as minhas poesias e participo de outros grupos como: Artistas Alagoanos, Usina de poesia , Literatura e Arte, Clube dos poetas Virtuais Independentes, Coméia das Letras, Confrades de verso e outros. Meu email- mtorresprof@hotmail.com.

 

Divulga Escritor - Quais os seus principais objetivos como escritora?

Marluce Torres - Continuar escrevendo além de poesias, contos, crônicas, romances , biografias e textos jornalísticos. Como já dizia Monteiro Lobato “ Um país se faz com homens e   livros e Cora Coralina “ Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina”.

 

Divulga Escritor - Quais escritores são as suas referências literárias? Por que eles se tornaram uma referência para você?

Marluce Torres -  Machado de Assis-  Grande escritor e poeta que me encantou como seu livro Dom Casmurro

Graciliano Ramos-Retrata a vida do homem nordestino no sertão.

Cora Coralina- Poetisa do cotidiano com belos pensamentos de superação.

Mário Quitana –Considerado o poeta das coisas simples.

Cecília  Meireles – A primeira voz feminina de grande experiência literária.

Monteiro Lobato- O maior nome da Literatura Infantil.

 

Divulga Escritor - Conte-nos os principais hobbies da escritora Marluce Torres.

Marluce Torres -  Ler, escrever, ensinar, conversar, contar histórias, reais e fictícias,  Recitar poesias,  participar de eventos  cantar e  dar boas gargalhadas  contando piadas.

 

Divulga Escritor - Você é pós-graduada em Educação Especial, como você analisa a Educaçã Especial no Brasil?

Marluce Torres -  A Educação Especial, continua precária, somente de um tempo para cá é que está possibilitando a implantação e a implementação de políticas públicas, no sentido de ampliar o acesso à educação e garantir a permanência e as condições de aprendizagem aos alunos com deficiências .Na política nacional, a Educação Especial deveria ocupar lugar de destaque mas fica em segundo plano no que se refere aos investimentos e ações por parte do poder público.

 

Divulga Escritor - Como você vê o mercado literário brasileiro?

Marluce Torres -  Diante da tecnologia do mundo atual, caiu estupendamente, o mercado literário, dificilmente você encontra alguém comprando livros a não ser para fazer trabalhos escolares ou de obrigação das próprias escolas. Pede emprestado a um colega  ou a uma biblioteca. Temos  que incentivar a esta juventude ter gosto pela leitura, ler e saber interpretar o que leu. Quem não ler difcilmente sabe escrever.

 

Divulga Escritor - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a escritora Marluce Torres, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Marluce Torres -  Que leiam muito e sempre! Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende. Leiam e se deixem encantar pela beleza de uma boa leitura.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor