Maurício Gohmes - Entrevistado

Maurício Gohmes - Entrevistado

Mauricio Gohmes é pedagogo (professor de sociologia/filosofia), gestor cultural e palestrante. Já publicou sete livros. Em 1998, lançou seu primeiro livro, “Os Cadernos de Jacinto”, e de lá pra cá estabeleceu intervalos curtos entre uma publicação e outra. É verbete do Dicionário de Autores Baianos. “Airam e o Herdeiro de Lúcifer” constitui para o autor um texto que reúne questionamentos e reflexões sobre aspectos relevantes da vida cotidiana, pensados sem nenhum constrangimento religioso. Esta é uma obra que convida o leitor à reflexão e a uma tomada de decisões quanto ao seu posicionamento no seio de uma sociedade martirizada pelo império de uma falsa liberdade de expressão e subjugada pela tirania da religiosidade. O livro une emoção, perseverança e reflexão que ajudarão o leitor a se reencontrar consigo próprio e com Todo, o autor do universo, o Deus criador.      

 

“Peço que experimentem a leitura de “AIRAM E O HERDEIRO DE LÚCIFER”. Tenho certeza de que algo muito bom este texto irá te proporcionar. Sou muito grato à revista Divulga Escritor por abrir espaço para a divulgação de novos autores. Acredito muito em seu trabalho. E para concluir: “seu destino é você quem faz”. Um forte abraço a todos.”

 

Boa Leitura!

 

 

SMC - Escritor Maurício Gohmes é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, hoje você tem livros publicados de diferentes temas: contos, poesias, romances (ficção), biografias e históricos. Como foram surgindo estes diferentes gostos literários?

Mauricio Gohmes - Isso é fruto de uma leitura variada. Desde criança sou viciado em leitura. Li desde as revistas em quadrinhos (gibis) aos bolsilivros, aqueles com histórias do Far West americano. Como sempre fui apaixonado por história, e, principalmente pela história da minha cidade, escrevi dois livros históricos, sendo um biográfico sobre um dos grandes nomes da administração municipal. Os contos e a poesia foram meus primeiros trabalhos, além de “passear” pela literatura regional, escrevendo cordéis. Acho que o escritor deve ser versátil e escrever para públicos variados, daí o surgimento espontâneo de diferentes temas.

 

SMC - De que forma você apresenta a cidade de Itapetinga em sua obra literária “Itapetinga, quero te conhecer”?

Mauricio Gohmes - Falo da minha cidade desde o seu desbravamento, apresentando inclusive os índios que habitavam a nossa região. Abordo  aspectos relevantes de sua luta pela emancipação e falo de todas as gestões administrativas, além de abordar sobre a cultura, o esporte e lazer, a educação, a economia, os  aspectos geográficos, populacionais etc. Tenho o prazer em saber que meu livro é um dos mais utilizados pelas escolas do Município para a pesquisa histórica da cidade.

 

SMC - Conte-nos qual o livro que demorou mais tempo para ser escrito e publicado? Que temas você aborda neste livro?

Mauricio Gohmes - Sem dúvidas, é o livro que estarei lançando em agosto, na 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, pela editora Garcia Edizione. “AIRAM E O HERDEIRO DE LÚCIFER” é o nome do livro e teve um período em que o texto ficou estacionado, pois sei da grande responsabilidade que é abordar um tema que pode abrir precedentes para a polêmica. Contudo, posso adiantar que o texto traz uma mensagem extremamente positiva e ajudará o leitor em situações cruciais para o exercício de sua fé, sem nenhum apego religioso. O tema em questão é a realidade da ligação de todo ser com o Criador do Universo. A centralidade do tema consiste na afirmação de que vivemos em um mundo de infinitas possibilidades, pois tudo nos é possível, desde que estejamos ligados ao Todo, e isso independe de dogmas. Paradoxalmente, para estarmos ligados a Deus, devemos nos desligar de velhos paradigmas que nos aprisionam.

 

SMC - Qual o livro que demorou menos tempo para ser escrito e publicado? O que o motivou a escrever de forma mais intensa que os demais livros escritos?

Mauricio Gohmes -  Foi o livro “Sete Contos e Um Bocado de Poesias”. Eu já tinha um enorme acervo de poemas, inclusive em publicações em um jornal local, e os contos foram escritos a partir de situações vivenciadas por mim ou de histórias que ouvia contar em minha infância. Unir contos e poesias foi só uma questão de organização, daí o livro ficou pronto e teve excelente aceitação.

 

SMC - Em que momento você pensou em escrever o livro “Airam e o herdeiro de Lúcifer”?

Mauricio Gohmes - Foi a partir de um sonho. Sonhei com parte da história. Nos sonhos eu me via sentando em uma mesa da cozinha de minha casa e, ao contrário do que habitualmente faço, escrevia manualmente a história. Quando acordava me lembrava integralmente do que escrevia no sonho e, ia ao computador e digitava. Mas como disse, o texto ficou “estacionado” por algum tempo. Já não sonhava escrevendo, até que encontrei, não casualmente, na internet, algumas coisas que “batiam” com o que estava sonhando e daí em diante me veio a inspiração para concluir o trabalho, agora sem sonhar com o enredo. Escrever este livro foi uma experiência muito boa. É por isso que acredito irremediavelmente nesse trabalho e tenho certeza de que ele atingirá números inimagináveis de leitores. E, o que é melhor, ajudará a quem usufruir dele.

 

SMC - Como foi a construção do enredo desta obra?

Mauricio Gohmes - Como disse anteriormente, uma parte foi trabalhada pelo subconsciente, pois sonhava com o texto enquanto dormia. A conclusão veio a partir de experimentar assuntos relacionados e organizar o texto de acordo com aquilo que acredito e que tenho a certeza de poder ajudar a quem lê. Acredito piamente de que, se o que for escrito não tiver o objetivo de ajudar quem lê a se melhorar como ser humano, o trabalho não terá nenhum valor, nenhum sentido.

 

SMC - Você estará lançando este livro na Bienal Internacional do livro de São Paulo, pela Editora Garcia Edizione, podes nos adiantar o dia e o horário do lançamento?

Mauricio Gohmes - A Editora em questão é um instrumento que me foi dado para a projeção deste trabalho. Como não acredito no “acaso”, mas em um universo de infinitas possibilidades, sei que “todas as coisas concorrem para o bem dos que amam a Deus”. Então, não foi por acaso que encontrei essa Editora. Fui muito bem recepcionado por ela e faremos sucesso juntos. O lançamento do meu livro será no dia 28 de agosto, das 20:00h às 22:00h.

 

SMC - Onde podemos comprar os seus livros?

Mauricio Gohmes -  Inicialmente, no stand da Editora, na 23ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Posteriormente, pelo site da Editora; nas livrarias Cultura e Saraiva e diretamente com este autor, solicitando-o pelo E-mail: mauriciogohmes@yahoo.com.br.

 

SMC - Vamos conhecer um pouco sobre o Palestrante Maurício Gohmes, conte-nos que temas você aborda em suas palestras?

Mauricio Gohmes -  Leciono Sociologia e Filosofia para alunos do ensino médio, o que considero uma experiência muito boa, observar como se comporta o jovem em relação às questões que envolvem a vida em sociedade e seus comportamentos, afinal, são eles o futuro do nosso País. A experiência com vários temas literários e a vivência pessoal me permitiram construir palestras sobre questões que dizem respeito à vida em coletividade, uma vez que todos somos um. Essa coisa de indivíduo, com RG e CPF faz parte desse sistema ao qual estamos presos, mas para o universo de infinitas possibilidades somos todos um, ligados ao Todo, ou seja, Deus. Então, palestro sobre o homem, sua vida social, sua fé, suas ambições, sua relação com seu semelhante e com seu criador. Tudo isso, sem nenhum nervosismo religioso.

 

SMC - Quem desejar contratá-lo como deve proceder?

Mauricio Gohmes - Pode fazê-lo através do E-mail: mauriciogohmes@yahoo.com.br ou pelo E-mail: maximize.maximize@yahoo.com.br, além dos fones: 77 8119-7285; 77 9968-9967; 77 9128-6200.

 

SMC - Como você vê o mercado literário brasileiro?

Mauricio Gohmes - Apesar do avanço dos aparatos tecnológicos e das peculiaridades da rede mundial de computadores, vejo que ler o livro impresso continua sendo algo prazeroso. Me emociono quando chego em uma livraria de um shoping, em pleno domingo, e a vejo cheia de pessoas, em sua maioria jovens, adquirindo vários títulos e os colocarem em uma programação de leitura. Temos excelentes autores e muitos deles no anonimato por não encontrarem oportunidades, pois as grandes editoras procuram os “consagrados”. Mas vejo o Brasil em um ótimo momento no contexto literário. As bienais do livro atestam isso.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor o Escritor Maurício Gohmes, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Mauricio Gohmes - A mensagem que deixo é de otimismo. Otimismo para consigo próprio e para o convívio com seu semelhante. Peço que experimentem a leitura de “AIRAM E O HERDEIRO DE LÚCIFER”. Tenho certeza de que algo muito bom este texto irá te proporcionar. Sou muito grato à revista Divulga Escritor por abrir espaço para a divulgação de novos autores. Acredito muito em seu trabalho. E para concluir: “seu destino é você quem faz”. Um forte abraço a todos.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor