Molha-me - por Helena Santos

Molha-me - por Helena Santos

MOLHA-ME

É só olhares
e me derreto
Se me tocas então,
eu desfaleço
Mas eu quero,
quero que me deixes
sem jeito
Que me agarres
com os teus olhos,
que me vejas
com as tuas mãos
e que me molhes
Sim,
preciso que me molhes
com o que tiveres
de mais precioso,
para apagares este fogo
que começa na minha boca,
desce ao meu peito
e termina ali,
sim, ali onde precisas de te esmerar
com efeito,
para que tudo seja perfeito.

 

publicado em 01/04/2014

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor