Lilian Fernandes apresenta - Reunião de Pais: Aliança ou Distância

Lilian Fernandes apresenta - Reunião de Pais: Aliança ou Distância

Na área Educacional escritora Lilian Fernandes apresenta - “Reunião de Pais: Aliança ou Distância?”

Fonte: Educacional Gênesis Sistema de Ensino

 

Lilian L. Fernandes- autora do Sistema de Ensino Gênesis e da Coleção de Literatura Infantil “No Jardim de Sofia”, é professora formada pelo CEFAM, pedagoga, psicopedagoga, especialista em educação infantil, escritora, coordenadora pedagógica, palestrante e gestora em conhecimento na Educacional Gênesis Editora, com Especialização em Ética, Valores e Cidadania na escola pela USP, mestranda em Educação, Coaching e autodidata, tendo mais de 18 anos de experiência na área da Educação.

O livro “Reunião de pais: Aliança ou Distância?” é o primeiro da Coleção Coordenação em Foco, cujo objetivo é auxiliar escolas e educadores em sua organização, planejamento, avaliação e demais questões pertinentes ao universo escolar.
Com uma linguagem clara e objetiva, o livro aponta questões relevantes referente à parceria escola-família e como esta pode ser ampliada através dos momentos de encontros entre pais e escola, nas chamadas reuniões de pais.

Uma leitura prazerosa, dinâmica e reflexiva é encontrada neste livro.

Boa Leitura!

 

Escritora Lilian Fernandes, agradecemos a oportunidade que nos dá em conhecer um pouco melhor o seu maravilhoso trabalho literário, conte-nos um pouco sobre o seu livro “Reunião de Pais: Aliança ou Distância.

Lilian Fernandes - O livro fala da questão da Reunião de Pais como um momento em que a escola organiza para receber os pais na escola e tratar de assuntos gerais e específicos no decorrer do ano. Acredito na parceria fiel que deve existir entre escola e família. Cada uma dessas instituições tem seu papel específico, mas ambas devem trabalhar pelo bem comum que é a criança: filho de uma e aluno da outra. Para ambas ele é o que mais importa, sendo para ele e por ele pensadas todas as ações. Neste sentido, o momento da reunião de pais é importantíssimo como uma ferramenta de ação prática para o estreitamento de laços entre pais e escola.

 

Por quê a escolha desse título?

Lilian Fernandes - O Muitas vezes a escola organiza reuniões de pais apenas para prestar informações, gerais sobre o aluno (seu rendimento e comportamento, por exemplo) e entrega de boletins. Todas essas coisas são importantes e necessárias, mas podem ser feitas de outras formas, além da reunião. Uma reunião de pais deve ser um encontro mesmo, uma celebração. Celebrar as conquistas dos alunos,  seu desenvolvimento, as amizades e relações de afeto que se estabelecem na escola e principalmente estreitar laços entre a família e a escola. Deve ser um momento único, prazeroso, no qual os pais se sintam acolhidos e à vontade, se sintam participantes daquela instituição que ele escolheu para ensinar formalmente seu filho e não somente um “cliente” que paga e recebe os resultados no final de um determinado período.

 

No livro você explica ou ensina como fazer as reuniões?

Lilian Fernandes - O No livro eu sugiro uma abordagem humana e solidária para as reuniões de pais,  aponto as questões mais importantes que devem ser tratadas nesses momentos e deixo  algumas reflexões aos professores e gestores sobre a parceria escola-família, como por exemplo pensar se as reuniões estão servindo para que haja “aliança” ou “distância”- como indica o título do livro. Além disso, ao final eu apresento algumas pautas que podem nortear a organização de diferentes tipos de reuniões.

 

Então há diferença entre as reuniões?

Lilian Fernandes - Com certeza absoluta deve haver!  Uma reunião no início do ano, por exemplo, é completamente diferente de uma de encerramento de ano. A abordagem deve ser diferente e até mesmo o formato. Se todas as reuniões são sempre iguais, há a tendência de os pais se “acostumarem” e não mais participarem.  E o pior: A escola percebendo isso, acaba não mais fazendo reuniões, ou encontros, organizando um dia para o que chamamos “plantão de atendimento”- quando atendem aos pais em determinado dia e horário, mas sem metodologia  nenhuma, apenas entregando materiais e boletins e passando informações. Isso é péssimo, na  minha opinião, porque distancia ao invés de aproximar. Eu entendo a reunião como um momento de encontro... e  encontrar pessoas que se gostam, com afinidades entre si, carinho, amizade, é tudo de bom, não é? E se não há essas características nas relações entre escola e família, alguma coisa está errada! Não é verdade? E se há, e deve haver,  estar junto em um dia especialmente reservado para isso será muito bom. Uma celebração, como já disse.

 

O que a motivou a escrever um livro sobre este tema?

Lilian Fernandes - O Eu tenho quase vinte anos de magistério, sendo mais da metade desse tempo dedicado à sala de aula e à coordenação pedagógica. Minha experiência me mostra que a aproximação com os pais e a participação deles ativamente na escola de seus filhos é uma fórmula de sucesso! Sucesso para o progresso do aluno no processo ensino-aprendizagem e sucesso para a escola. Porque a família passa de expectadora para artista coadjuvante, entende? É completamente diferente.  E quem não gosta de ser bem tratado, não é mesmo?

Em minhas reuniões sempre procurei fazer isso: Celebrar um encontro entre amigos ao invés de simplesmente passar informes ou falar sobre disciplina. Eu me lembro de uma reunião em que fiz uma leitura compartilhada com os pais. Era um livro de literatura infantil que eu estava trabalhando com os alunos. No final da reunião, quase duas horas depois, as mães estavam felizes e não queriam ir embora. Ah! Que gratificante.

Ao mesmo tempo, como mãe, faço  um esforço fora do normal para estar nas reuniões. Preciso adequar horário, muitas vezes solicitar saída antecipada do trabalho e depois ter que cumprir esse período em que me ausentei. E como eu, quase todos os pais o fazem. Tem que valer a pena!

Pensando em tudo isso foi que eu escrevi o livro.

 

Este livro faz parte de seu sistema de ensino? O Educacional Gênesis Sistema de Ensino?

Lilian Fernandes -  O Sistema de Ensino é um conjunto de ações e materiais: São apostilas e fichários com atividades para os alunos. Além desse material, temos os livros paradidáticos, que são literatura infantil, apostila para o trabalho com valores- os Valores Maravilhosos, apostilas de festas e datas comemorativas- o Comemorando Datas Especiais e a parte de Formação Pedagógica para os educadores. Além do sistema, eu tenho como autora a Revista Educacional Gênesis, publicada mensalmente e os livros técnicos, onde se encaixa este. No entanto, tanto os livros quanto a revista não estão vinculados diretamente ao Sistema de Ensino.

 

Onde podemos comprar o seu livro?

Através do link abaixo:

http://www.hotmart.net.br/produto/L2882891L/Reuniao-de-Pais/---334328--

 

Escritora Lilian, estamos chegando ao fim da entrevista,  muito bom conhecer melhor sobre o seu livro “Reunião de Pais: Aliança ou Distânica”, qual a mensagem que você deixa para nossos leitores?

Lilian Fernandes - O Espero que vocês adquiram o livro (que também foi lançado em formato e-book) e possam utilizar as informações e as sugestões que compartilhei nele. Mas o que desejo de verdade é que escola e família caminhem cada vez mais juntas, sejam efetivamente parceiras e assim possamos juntos construir uma educação cada vez meljor em nosso país. Utilizem as dicas do livro e trnsformem suas reuniões de pais em verdadeiros "encontros", onde todos os presentes sinta-se acolhidos e felizes e isso benefie a todos, principalmente ao aluno.

 

Divulgação Divulga Escritor - Maior rede de Assessoria Literária da Lusofonia.

Site: http://www.divulgaescritor.com/

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor