Naicon Martins - Entrevista

Naicon Martins - Entrevista

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Natural de Nova Venécia/ES, Naicon de Souza Martins nasceu em 17 de maio de 1990. Aos oito anos escreveu seu primeiro livro “O Menino Mágico” e aos onze já produzia pequenas peças teatrais para o colegial. Em 2005, inicia a saga “Firewitch’s” que o ocuparia pelos anos seguintes. Após seis tentativas frustradas de terminar o livro, Naicon conclui “O Sétimo Espírito” e começa a dar vida ao fantástico mundo de Aragorn. Em 2008, conclui o segundo livro da saga: “O Mestre das Sombras”; e no ano seguinte suspende a carreira de escritor e inicia a vida acadêmica. Atualmente, com dois livros escritos e outros inacabados, Naicon retorna ao Mundo de Aragorn para dar continuidade aos três livros que encerrarão a saga.

“Que sonhar é possível. É através deste sonhos que podemos afastar todo o mal. É através de um livro que nossos jovens podem se afastar da marginalidade. A ideia de poder criar um universo e encantar pessoas me impulsiona.”

Boa Leitura!

 

SMC - Escritor Naicon, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor.  Conte-nos o que o motivou a ter gosto pela escrita?

Naicon Martins - Shirley o prazer é todo meu. É uma honra ter a oportunidade de participar de um projeto tão distinto quanto este. Bom, meu gosto pela escrita começou a surgir aos 12 anos. É verdade que eu já escrevia uma coisa aqui e outra ali, mas acredito que tenha sido nesta época que a paixão realmente aflorou. Eu sempre gostei de peças teatrais e no meu antigo colégio, havia muito incentivo nesta parte.  Outro fator que ajudou muito, foi a influência da escritora britânica Agatha Christie. Foi inspirado em seus romances policiais que escrevi meus primeiros esboços de uma obra ainda inédita, mas que um dia publicarei.

 

SMC - Aos 8 anos você escreveu seu primeiro livro “O Menino Mágico” Conte-nos sobre esta sua experiência, chegou a publica-lo?

Naicon Martins - O Menino Mágico possui uma história interessante. A ideia surgiu de uma atividade em sala de aula. A professora havia passado um trabalho para produzirmos um pequeno livro. Para isso, deveríamos criar uma história, ilustrá-la e depois grampear as folhas para que pudesse virar um livro. Meu trabalho rendeu 12 pequenas páginas. Na época eu também gostava de desenhar, então caprichei. Quando entreguei o trabalho, a professora ficou impressionada com a história e levou meu livro para a Secretaria de Educação, para expor o que tinha feito. Desde aquele dia, nunca mais vi “O Menino Mágico”, mas a lembrança ainda é viva em minha mente. Acho que aquele trabalho foi um sinal do profissional que poderia me tornar futuramente.

 

SMC - Como surgiu a ideia de escrever “Firewitch's - O Sétimo Espírito”?

Naicon Martins - Firewitch’s nasceu de um momento de frustração. Em 2005, eu estava concluindo um livro de suspense inspirado nas obras de Agatha Christie quando um problema no computador me fez perder um pouco mais do que 200 páginas escritas. Frustações a parte, resolvi iniciar algo totalmente novo, afinal, não era a primeira vez que aquilo acontecia. Inicialmente desejei escrever um livro voltado para o público infanto-juvenil com a temática bruxos e criaturas fantásticas. O livro recebeu o nome de Witchfire. Mais tarde, por recomendações de um amigo, o título foi invertido para Firewitch’s.

 

SMC - Naicon, onde podemos comprar o seu livro?

Naicon Martins - O livro impresso pode ser adquirido no site da Editora Selo Jovem (www.selojovem.com.br). O e-book está disponível no site da Amazon (www.amazon.com.br) na guia nas categorias: Aventura e Mitos, lendas e sagas. Mas para quem desejar o livro impresso autografado com marcadores, poderá estar adquirindo no pelo e-mail: naiconmartins@hotmail.com

 

SMC - Em quem você se inspira para criar os personagens?

Naicon Martins - Alguns personagens foram inspirados em meus amigos. São pessoas que de alguma forma, foram marcantes e se tornaram eternas em minha obra.

 

SMC - Quais seus próximos projetos literários?

Naicon Martins - Firewitch’s é uma saga em cinco volumes e portanto, meu grande projeto. Minha meta de final de ano é revisar o segundo volume da saga, que já se encontra concluído desde 2008, porém, sem nenhuma revisão após seu término. Pretendo enviar este volume para a editora no início de 2014 e começar, em seguida, a escrever o terceiro livro de Firewitch’s.

 

SMC - Quais escritores são as suas referências literárias? Por que eles se tornaram uma referência para você?

Naicon Martins - No momento meu gênero literário é fantasia, porém uso autores de outros gêneros como referência.  É o caso de Agatha Christie que é fonte de minha inspiração para criar os mistérios e o desfecho final da obra. No campo da fantasia, busco referencias em JK. Rowling e um pouco em J.R.R. Tolkien, justamente pela riqueza de universos que estes dois autores criaram e principalmente pela forma como escrevem. É algo que me fascina.

 

SMC - Que mensagem você quer transmitir para as pessoas através de seus escritos?

Naicon Martins - Que sonhar é possível. É através deste sonhos que podemos afastar todo o mal. É através de um livro que nossos jovens podem se afastar da marginalidade. A ideia de poder criar um universo e encantar pessoas me impulsiona.

 

SMC - Quem é o escritor Naicon Martins? Quais seus principais hobbies?

Naicon Martins - No dia-a-dia sou uma pessoa bem humilde, batalhadora e que não mede esforços para conseguir alcançar o que deseja. Quando não estou escrevendo ou estudando, gosto de assistir filmes inteligentes e de ouvir uma boa música. Além de escritor, também sou músico e reservo uma parte do meu final de semana para ensinar música para um trabalho voluntário na cidade onde moro.

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Naicon Martins - Acredito que o escritor brasileiro não recebe muitos incentivos para a publicação de sua obra. O mercado editorial é dominado por grandes editoras que só objetivam incentivar best-sellers internacionais, deixando, muitas vezes, o escritor brasileiro como última opção. Esta é a grande problemática dos novos escritores: conseguir espaço num mercado de best-sellers. Isso precisa ser mudado.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor o Escritor Naicon Martins, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Naicon Martins - Shirley, mais uma vez agradeço pela oportunidade e gostaria de dizer ao leitor que o livro é a melhor forma de nos refugiarmos do nosso mundo real. Um bom livro pode transformar o homem e tirá-lo do mal caminho. Não agregamos apenas conhecimento, mas experiências que talvez, jamais teríamos. Incentive mais, leia mais. Obrigado!

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor