Não desista! Transforme-se! - por Isi Golfetto

Não desista! Transforme-se! - por Isi Golfetto

“O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós mesmos fazemos do que os outros fazem de nós.” Jean-Paul Satre
“Ninguém vai bater mais forte do que a vida. Não importa como você bate e sim o quanto aguenta apanhar e continuar lutando e, o quanto pode suportar e seguir em frente. É assim que se ganha!” Sylvester Stallone (Rocky Balboa)
Vou dizer uma coisa que você já sabe: O mundo não é um grande arco-íris. É um lugar sujo e cruel que não quer saber o quanto você é durão, vai botar você de joelhos, e vai deixá-lo lá! Você, eu, ninguém vai bater tão forte como a vida. Mas, preste atenção, não importa o quanto você bate, se trata do quanto você aguenta apanhar e seguir em frente, o quanto você é capaz de aguentar e continuar tentando. É assim que se consegue vencer! Agora se você sabe seu valor, então vá atrás do que você acredita que merece. Mas tem que estar preparado pra apanhar. E nada de apontar o dedo e dizer que você não consegue nada ou não se tornou o que deseja por causa dele, dela ou de quem quer que seja. Só covardes fazem isso e covarde você não é! Você é melhor do que isso! Sempre vou amar você, não importa o que acontecer. Mas se não acreditar em si mesmo, nunca vai ser nada na vida.
[Esse texto faz parte de um dos diálogos do filme “Rocky Balboa”, quando Rocky conversa com seu filho].

Não desista! Transforme-se! Por Isi Golfetto

Sem dúvida, não temos promessa alguma de que a vida é fácil, de que nossa família será o modelo perfeito que vamos poder seguir, nem que nossos amigos jamais nos desapontarão ou que sempre vamos receber apoio quando mais necessitarmos.
Sempre vamos ter dias em que o céu vai escurecer e que o mundo parece que vai desabar sobre a nossa cabeça e muitas dessas vezes vamos estar sozinhos.
O importante é termos a certeza de que o sol continua lá, atrás das nuvens, aguardando apenas o momento de elas passarem para ele voltar a brilhar!
Somos o que fazemos, mas principalmente, somos o que fazemos para mudar o que somos. Por esta razão precisamos aprender a lidar com os momentos difíceis, com a desilusão, com a dor e encarar os desafios e vencê-los.
Conta-se que um jovem inconformado com tanta desilusão que sofria decidiu procurar seu Mestre para conversar. Depois de ouvi-lo atentamente o Mestre pediu para que ele colocasse uma colher cheia de sal em um copo d´água e bebesse.
- Qual o gosto? perguntou o Mestre.
- Muito ruim, respondeu o discípulo.
O Mestre então o convidou para caminharem e pediu que levasse consigo a mesma medida de sal. Chegando próximo a um belo e límpido lago pediu que o jovem jogasse o sal no lago e bebesse um pouco daquela água.
- Que tal o gosto da água? perguntou o Mestre.

- Muito boa, respondeu o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? indagou o sábio.
- Não, disse o jovem.
O Mestre, então disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda, mas a sua intensidade depende de onde a colocamos!
Quando você estiver decepcionado ou magoado a única coisa que deve fazer é ampliar o sentido de tudo o que está à sua volta. É dar mais valor ao que você tem de bom do que aquilo que perdeu.
É DEIXAR DE SER UM COPO... PARA SE TRANSFORMAR EM UM LAGO!
Tudo o que nos acontece na vida tem um propósito. Temos que estar preparados e abertos para aprender suas lições.
Qual a intensidade e o efeito das decepções em nossa vida? Como temos reagido a elas?
Como enfrentar os desafios e se transformar em um lago? Não perca o nosso próximo post!
Para refletir. “A diferença fundamental entre o homem comum e o guerreiro, é que o guerreiro encara tudo como desafio, enquanto o homem comum encara tudo como benção ou maldição.” Carlos Castañeda
Foi muito bom estar em sua companhia. Até breve!
Um abraço especial.
Isi 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor