Nosso povo triste - por Joana Rodrigues

Nosso povo triste - por Joana Rodrigues

NOSSO POVO TRISTE


Estão a tocar as badaladas da meia noite
Qual Cinderela a correr, são os sinais
De um novo dia amanhecer, mas sem luar
O que havia de acontecer, que foi bom de mais,
O dia vinte e quatro terminou,
O vinte e cinco chegou,
Era aquele dia, que alguém marcou,
Naquele mês de Abril que chegou.
E que tantos poetas inspirou
Hoje poetas e não só,
Estão tristes, e a todos desanimou
Que fez um povo triste e com dó,
Mas mesmo assim resiste ao nó
Que trazem na garganta,
Porque este país de desgraça tanta
Vive triste e pobre,que mete dó
Onde está a alegria de um povo
Que colocou toda a sua esperança
Nesta revolução de um país novo
Onde está a alegria e a mudança.

JOANA RODRIGUES 25/04/2014

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor