O Ano Novo - por Tito Laraya

O Ano Novo - por Tito Laraya

O ANO NOVO

 

Um dia, há muito tempo, sonhei que o criador havia retirado uma pena de uma asa de um anjo, e havia me dado.

O que fazer com uma pena de anjo?

Lembrei-me que as primeiras canetas eram penas molhadas em tinta, e aí me pus a escrever.

Comecei a escrever sobre o que me vinha à mente, e pude ver que os meus textos, que eram momentos de reflexão, estavam modificando e melhorando a minha vida.

Segunda etapa foi divulgar o meu trabalho, hoje sou escritor!

A partir daquele sonho reescrevi minha história sobre o que já era, e tracei as linhas do que será.

Foi o começo de um ano, que passava sozinho, que havia trocado a bebida e a alegria transitória, por uma reflexão do que foi, e sonhar com o que será.

E o futuro apresentou-me brilhante, como nunca havia sonhado. Uma nova etapa da vida surgiu em mim.

Faço a todos um convite neste ano: “Procurem no passado a razão do que se foi, e tracem para o futuro o motivo do que será. Troquem a alegria esfuziante sem razão, por uma vida mais profunda com razão, e a felicidade dos pequenos atos, encontrarão então. 

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor