O Barbeiro da Vila - Causo 5 - O Vexame - por Mário de Méroe

O Barbeiro da Vila - Causo 5 - O Vexame - por Mário de Méroe

FACTOTUM – O Barbeiro da Vila[1]

Coletânea de “causos” comentados no salão de um singular barbeiro, em minha Vila

.

Nota: Recomenda-se ler a Introdução, publicada no site do autor: www.mariodemeroe.org para inteirar-se do contexto dos “causos”.

 

Causo 5

O Vexame

 

O cliente que visitou hoje o barbeiro da Vila, é um cidadão culto, leitor habitual da Bíblia, cujas passagens ele menciona frequentemente, sempre associadas a algum acontecimento que desperta sua atenção.

O assunto em foco era, como não podia de deixar de ser, a vexatória derrota do Brasil, por 7 x 1, no jogo contra a Alemanha, na Copa do Mundo. O cliente, admirador entusiasta do Clube Palmeiras, ainda encontrava-se tristonho pela morte recente do antigo goleiro Oberdan[2], seu amigo pessoal, muito querido por todos os palmeirenses.

─ Por sua alma limpa, Deus o poupou de assistir o triste espetáculo de ver a seleção brasileira, que ele muito respeitava, ser literalmente violentada em sua própria casa, desabafou.

─ Mas a derrota do Brasil frente à Alemanha já estava prevista na Bíblia, disse o cliente, começando a contar mais um causo.

─ ?!?

─ Veja em Eclesiastes 1: 9 e 10:

9- O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará; de modo que nada há de novo debaixo do sol.

10- Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós.

 

─ Assim, neste mundo, tudo é cíclico, nada há de novo, tudo se repete, com pequenas variações devido à época em que o fato ocorre. Você já ouviu falar na Carga da Brigada Ligeira?

─ Não. Foi outro jogo que a Seleção perdeu? perguntou Fac.

─ Também não. Vou resumir:

 

“A Carga da Brigada Ligeira foi uma desastrosa operação militar, dirigida por Lord Cardigan[3], na Batalha de Balaclava, em 1854, na Guerra da Crimeia[4]. Sob sua responsabilidade, a tropa realizou uma absurda carga de cavalaria da Brigada Ligeira, em condições visivelmente adversas, contra a bem defendida artilharia russa.

A cavalaria carregou de maneira heroica mas imprudente sobre os inimigos, mas foi dizimada pelas armas pesadas dos russos, sofrendo enormes baixas em poucos minutos. Posteriormente, soube-se que a malfadada ordem de ataque foi o resultado de um erro de comunicação, com seu momento de ação e forma equivocadamente escolhidos.

Diante disso os russos chegaram a cogitar que os ginetes estavam sob influência alcoólica, tal a futilidade e irresponsabilidade da ação.

Este acontecimento é descrito como um dos episódios mais funestos da história militar britânica. Curiosamente, Lord Cardigan sobreviveu à carga, sendo considerado um herói nacional na Grã-Bretanha.”

 

─ A denominação de “Carga da Brigada Ligeira” hoje é empregada, popularmente, para indicar uma operação fracassada, como fruto de incompetência ou desorganização, disse o cliente concluindo o resumo, e continuou:

─ O episódio Brasil x Alemanha foi semelhante à Carga da Brigada Ligeira, em suas causas e na repercussão em todo o mundo. Um desastre que poderia ter sido evitado ou, ao menos, minimizadas suas proporções.

─ Por ocasião da Carga da Brigada Ligeira, Lord Carrigan deu uma explicação conveniente para o desastre: erro na comunicação, ordens desencontradas, mal interpretadas, incompreendidas, mal transmitidas, etc., e pulverizou toda a culpa entre o alto comando e os oficiais encarregados de transmiti-la, por “incompreensão da ordem de avanço”, e por aí foi, eximindo-se de qualquer responsabilidade.

─ Já os dirigentes da seleção brasileira, para justificar o injustificável, usaram termos modernos: a culpa foi de um ligeiro “apagão”, que invalidou toda a experiência e anos de treinamento dos jogadores. Sedação ampla, geral e irrestrita!

─ No século XIX, o conceito da cavalaria britânica cresceu depois do desastre militar, pois exaltou a memória dos heróis que tombaram no cumprimento do dever, mas o mesmo não ocorreu com a reputação dos comandantes.

─ Assim talvez aconteça com o futebol brasileiro: seja dado o devido valor aos atletas, se o mereceram, mas submetam-se os líderes à avaliação de sua responsabilidade, em buscar de um tratamento justo.

─ Certo, amigo, disse Fac. Obrigado pela aula de história, mas eu gosto mais de coisas simples e tenho uma explicação para o caso: a culpa toda foi da torcida feminina.

─Como assim???

─ Ora, começou Fac com um olhar malicioso, a mulherada fez tanto comentário, tanta propaganda sobre o  bumbum dos jogadores, especialmente do Hulk, que os alemães e holandeses entenderam de maneira errada esse entusiasmo feminino, e ...!

─ Você precisa limpar seus pensamentos, Fac! Até a vista!

 

 

 


[1] Coletânea de “causos” humorísticos, em elaboração.

[2] Oberdan Cattani (1919/2014). Defendeu o Palmeiras nas décadas de 1940 e 50, como goleiro, tornando-se uma lenda na equipe alviverde paulistana, sendo considerado um dos maiores ídolos da história do Clube Palmeiras.

 

 

[3] James Thomas Brudenell, 7.º Conde de Cardigan (1797/1868). Oficial britânico, conhecido como Lord Cardigan, que mais tarde emprestou seu nome a uma conhecida peça de vestuário.

 

[4] A Guerra da Crimeia que se desenvolveu de 1853 a 1856, foi tema de um célebre poema (The Charge of The Light Brigade) de Alfred Tennyson, cujos versos dizem: Theirs not to reason why / Theirs but to do and die  (Não há nenhuma razão / só há que agir e morrer).

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor