O Dia da Mentira - por João Bezerra da Silva Neto

O  Dia da Mentira - por João Bezerra da Silva Neto

O Dia da Mentira

                                                                                      João bezerra da Silva Neto

 

Este ano, jurava não escrever sobre o dia 1º de Abril, conhecido como o dia da mentira. Mas, a intuição foi mais forte a me levar por esse caminho, mesmo porque sou brasileiro. É que aqui, no Brasil, o indivíduo respira mentira todos os dias, a toda hora. O dia da mentira pode até ser universal, porém, em nosso território é mentira para dar e vender os trezentos e sessenta e cinco dias e seis horas, do ano. Nunca vi ou ouvir se mentir tanto. E, olha lá! São mentiras que escutamos desde criancinhas ditas pelos nossos pais, educadores, religiosos, políticos, reformadores ou não. Até certos autores de livros, para não dizer todos chamam esses deslizes de criatividade, genialidade, e chegam a ganhar prêmios em literatura e assentos honrosos em academias literárias.

Pare de chorar, bebê, senão o Papafigo vem te pegar! Já ouviram isso?!

Ou as cantigas de ninar e historinhas ridículas de fadas para fazer dormir, sem pé nem cabeça?!

Aquilo era apenas o ensaio das cenas dantescas que viriam mais tarde acontecer.

Na pré – adolescência, tal Lobo Mau e Lobisomem, ameaçado pelos pais, freava o ímpeto das meninas e meninos a não se distanciarem de casa.  Já escutaram isso? E vejam bem, não havia celulares para serem roubados por pivetes maldosos e assaltantes perigosos como existem hoje.  

Nas bancas escolares, quanta mentira sobre geografia e história, escutávamos! — Na floresta amazônica, dizia meu professor de geografia, existe rato do tamanho de um bode! Kkkkk!.... Aí, eu perguntei:

— (Pfessor!...) Como se chama aquela cobra gigante da Amazônia?

O professor respondeu: — Ah! ... Aquela?  — A Sucuri? E aí, Joãozinho?

— É que meu pai falou que no rio amazonas existe sucuri do tamanho de um comboio de trem cargueiro. Kkkkk!...

Meu professor de história, por sua vez, dizia-nos:  — “O Brasil foi descoberto por Pedro Álvares Cabral, em 21 de Abril de 1500!” Kkkkkk! Quanta mentira!...

—Tiradentes era um homem alto, esguio, barba e cabelos longos, de feições semelhantes a Jesus. kkkkk!. Olha essa!...

Religiosos também estão no rol dos famosos pescadores! Quantas mentiras ao traduzirem à Bíblia! Deus meu!

Enfim, os Políticos... kkkkk! Não consigo escrever!...kkkkk!  Ajudem-me! Kkkkkk!

Vou encerrar por aqui, senão vou urinar as calcas! Kkkkkk!

                                 

e-mail: João.digicon@gmail.com

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor