Obra de escritora gaúcha retrata realidade de vítimas de abuso sexual e atinge mais de 1 milhão de leituras em plataforma online

Obra de escritora gaúcha retrata realidade de vítimas de abuso sexual e atinge mais de 1 milhão de leituras em plataforma online

 

“Diário de uma Escrava – Uma história cruel”  mostra como a realidade de muitas mulheres está longe de alcançar o sonhado final feliz.

 

Diferentemente da maioria dos best sellers em que no fim tudo acaba bem, a escritora gaúcha Rô Mierling decidiu mostrar como a realidade de muitas mulheres está longe de alcançar o sonhado final feliz.

Em sua mais recente obra, o livro “Diário de uma Escrava – Uma história cruel”, a autora retrata a história de Laura, uma jovem que foi sequestrada aos 15 anos de idade para ser usada como escrava sexual. O relato é feito em forma de diário, onde a personagem conta todo os detalhes de abusos que sofreu. O formato fez sucesso entre usuários de uma plataforma online de publicação independente de textos, atingindo mais de um milhão de leituras.

“No livro, [Laura] passa mais de 4 anos embaixo da terra trancada em um buraco, dos 15 aos 19 anos. O enredo é ficcional, mas baseado em dados reais. Ou seja, com base em estudos, reproduzi o que seria cada agressão, cada noite isolada, cada sentimento, cada medo”, explica Mierling.

Segundo a escritora, a ideia de escrever um livro sobre uma temática tão impactante surgiu ao perceber que muitas mulheres a sua volta sofriam com os mais diversos tipos de abuso sexual, e não recebiam o devido suporte, fosse de familiares, do poder público ou da sociedade.

Mas, para conseguir relatar com fidelidade a realidade de uma escrava sexual, Rô Mierling precisou pesquisar a fundo. A partir de 2012 ela começou a buscar referências em artigos, documentários e livros sobre o assunto – incluindo as memórias de cativeiro de Natascha Kampusch, jovem austríaca que foi sequestrada na década de 1990, e passou oito anos vivendo como prisioneira de um homem.

“Quando estouraram certos casos como o da Natascha, eu fui ler o livro, ver as reportagens e tentar sentir o que ela sentiu, para compreender mais. Acabei não achando um único livro que contasse os pormenores em detalhes, de forma que eu sentisse a dor, o medo. Era sempre uma leitura ‘poupando’ o leitor”, afirma a escritora.

A ânsia de expor essa difícil problemática de forma mais real, fez com que Mierling descrevesse com detalhes os castigos, abusos e a repressão sofrida pela personagem principal. Para a autora, este foi o principal motivo da obra ter feito tanto sucesso entre leitores da plataforma online Wattpad.

“O livro alcançou uma quantidade imensa de leituras online e muita aceitação devido aos detalhes e a forma bruta de descrever o dia a dia de uma escrava sexual. Atualmente estamos com 1 milhão e 380 mil leituras no Wattpad”, comemora.

Com a boa visibilidade que o livro alcançou na internet, diversas editoras enviaram propostas de publicação para Mierling, que está prestes a assinar contrato com uma delas. Enquanto não é lançado fisicamente, o “Diário de uma Escrava – Uma história cruel” pode ser acessado gratuitamente pelo link  https://www.wattpad.com/51164534-di%C3%A1rio-de-uma-escrava-uma-hist%C3%B3ria-cruel-cap%C3%ADtulo

 

Sobre a autora


Rô Mierling é gaúcha, escritora, antologista, natural de Porto Alegre.  Atualmente vive em Buenos Aires divulgando a literatura brasileira de novos autores. A escritora tem 3 livros já publicados, um deles em Portugal e mais 20 antologias publicadas, atuando como coordenadora, reunindo talentos literários nacionais e internacionais, incluindo edições bilíngues.

Contato com a autora:

E-mail: romierling@gmail.com

Site www.romierling.com.br

Celular: 0054 911 31095138 (Buenos Aires – Argentina)

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor