Olimpio Bonald Neto - por Eduardo Garcia

Olimpio Bonald Neto - por Eduardo Garcia
 

Olimpio Bonald Neto, nome artístico de Olimpio Bonald da Cunha Pedrosa (Olinda, 17 de outubro de 1932) é advogado, professor, historiador, ensaísta, folclorista, contista, poeta e pintor brasileiro

  • Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Recife, 1957
  • Curso de Artes plásticas na Escola Livre da Ribeira, 1960;
  • Planejamento do desenvolvimento turístico (Cicatur / OEA / México, 1974.

Atuação profissional

  • Advogado civil e trabalhista;
  • Procurador autárquico federal;
  • Fundador e professor do Curso de Turismo da UNICAP

Livros publicados

  • Os bacamarteiros;
  • Bacamarte, pólvora e povo;
  • Palco e palanque;
  • O verbo e a voz
  • A arte do entalhe - tradição artística olindense;
  • Os caboclos de lança - azougados guerreiros de Ogum
  • Gigantes foliões em Pernambuco;
  • Modernismo e Integralismo - A ideologia dos anos 30;
  • Apresentação da Via Sacra de Mestre Nosa;
  • Folclore;
  • O homem da meia-noite;
  • Caboclos de lança;
  • Artistas de Pernambuco;
  • Latrinária.

Contos

  • Um negro volta ao Mangue;
  • O homem que devia ter morrido há três anos;
  • Uma noite no castelo;
  • A loba e os faisões;
  • Seresta em tempo de caju;
  • Tango-Reggae y otros cuentos
  • Uma lembrança de flor - contos olindenses.

Ensaios e trabalhos técnicos

  • Que é turismo? (1973)
  • Introdução ao estudo do turismo (1975)
  • Coordenação do I Plano Pernambucano de Turismo (1978)
  • Turismo, folclore e artesanato - 15 anos de ação da EMPETUR (1982)
  • Cultura, turismo e tempo - a fruição do intangível (1983)
  • Aspectos da Receita Turística de Pernambuco
  • Turismo tropical - Vocação regional e estratégia internacional capitalista;
  • Potencial turístico do Nordeste
  • Planejamento e organização do turismo;
  • Elementos do plano e do projeto em turismo;
  • Onde passear no Brasil;
  • Turismo e trópico.

Poesia

  • Dura e breve história da Ilha do Maruim;
  • Tríptico - vida, paixão e canto;
  • Hinapino;
  • Estudo de cor na Zona da Mata Sul pernambucana;
  • Cantoria;
  • Balada bacamarteira do Alto do Bom Jesus;
  • Praxis amandi;
  • O livro da poesia de Olimpio Bonald Neto;
  • Da lúcida visão do homem de pouca fé;
  • Sangue e sonhos reinventados.

Participação em coletâneas

  • Poética olindense;
  • O urbanismo na literatura;
  • Contos de Pernambuco;
  • Antologia do conto nordestino e contemporâneo;
  • Violão de rua II;
  • Presença poética do Recife;
  • Carne viva;
  • Poetas da Rua do Imperador;
  • Seleta de autores pernambucanos;
  • Presennça acadêmica;
  • Poésie du Brésil
  • Mormaço e sargaço - I Antologia de poetas nordestinos e contemporâneos;
  • Poemas de sal e sol - II Antologia de poetas nordestinos e contemporâneos;
  • Poesia e vida - em seis antologias da Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda
  • Roteiro de arte popular de Pernambuco;
  • Ciclo junino;
  • Antologia pernambucana de folclore;
  • Antologia do Carnaval do Recife
  • Natal pernambucano.

Prêmios e comendas

  • Comenda da Ordem dos Guararapes do Estado de Pernambuco
  • Prêmio de contos da Secretaria de Educação e Cultura do Estado de Pernambuco, 1957
  • Prêmio de poesia da União Brasileira de Escritores, 1966
  • Prêmio Geraldo de Andrade, de ensaio, da Academia Pernambucana de Letras, pelo livro Bacamarte, pólvora e povo, 1978
  • Prêmio de Antropologia cultural da Fundação Joaquim Nabuco 1990

Olimpio Bonald, pessoa gentil, acolhedora que tenho o prazer de conhecer por meio da Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda e orgulho de ter a sua assinatura na minha carteira social. Os seus dotes de conhecimento e atividades já foram expostos aqui através do seu extenso currículo, porém devemos acrescentar que ele participa ou participou de várias instituições culturais e literárias como a Academia Pernambucana de Letras - ocupa a cadeira 01, desde 20 de maio de 1980, Academia de Letras e Artes do Nordeste - ocupa a cadeira 57, Academia Olindense de Letras, Academia Recifense de Letras, Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda – fundador, União Brasileira de Escritores - Seção Pernambuco - (ex-presidente), (Presidente Emérito), Instituto Histórico de Olinda, Instituto Histórico de Goiana, Conselho de Cultura do Estado de Pernambuco, Conselho Municipal de Cultura de Olinda, Comissão Nacional do Folclore - Vice-Presidente, Fundador do Centro de Estudos de História Municipal da FIAM, Consultor de Cultura e Turismo da EMPETUR, Membro do Conselho de Preservação dos Sítios Históricos de Olinda, Associação de Imprensa de Pernambuco - Conselheiro.

São os relevantes serviços prestados por esta pessoa simples ao contrário da sua sapiência, trabalho, conhecimentos e posição.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Olimpio_Bonald_Neto

http://basilio.fundaj.gov.br/pesquisaescolar/index.php?option=com_content&view=article&id=191&Itemid=194

Pesquisa e Comentários

Luis Eduardo Garcia Aguiar

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor