Onã Silva - Entrevistada

Onã Silva - Entrevistada

Nasci na primavera: sou criativa, alegre, feliz. Tenho a seguinte formação superior: Enfermagem e Artes Cênicas; Pós-Graduação em Saúde Pública; Mestrado em Educação e sou Doutoranda na Universidade de Brasília.

* Sou membro de Grupos de Pesquisa: Educação em Saúde, Promoção da Saúde; e Aprendizagem Lúdica: Pesquisas e Intervenções em Educação e Desporto.

*Atuo como enfermeira na Secretaria de Saúde do DF, docência universitária e arte-educadora. Ministro oficinas/ palestras sobre criatividade, teatro e ludicidade. Sou autora dos seguintes livros:... Mas a alegria vem pela manhã; O Sol da Justiça; A Quadradinha de Gude, Miriã, uma Enfermeira Bambambã, A Derrota de Penina, Histórias da Enfermagem no Universo de Cordel, Anjinho Minho... Mãezinha Minha..., Mundo-Bola. Organizadora do livro Ludicidade e suas interfaces.

* Em 2013, recebi o título de recordista, homologado pelo RankBrasil como a 1ª escritora a publicar livro sobre histórias da enfermagem utilizando a literatura de cordel. Sou Poetisa do Cuidar! Onã Silva

 

“Doravante, mergulhei no universo encantador do cordel para narrar histórias da enfermagem; divulgar a produção do conhecimento estético cordelizado, destacando nas histórias o patrimônio histórico, literário, cultural e político da enfermagem.”

 

Boa Leitura!

 

SMC - Escritora Onã Silva, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que a motivou a escrever em cordel?

Onã Silva - Sou filha de um homem nordestino, guerreiro e trabalhador.  Também como sou natural do interior de Goiás – nasci na cidade de Posse que está na divisa do estado de Goiás e da Bahia, acredito que estes dois aspectos – ter nordeste no sangue e na origem – influenciaram para eu estudar e trabalhar na encantadora literatura de cordel.  O cordel me inspira pela sua força cultura e estética, principalmente a sonoridade, o ritmo, as rimas, a melodia. Esta literatura apresenta uma ligação forte entre as pessoas e a valorização da cultura, das raízes, do saber popular.

 

SMC - Em que momento você pensou e iniciou a escrita de seu livro “História de Enfermagem no Universo de Cordel”?

Onã Silva - Precisamente, em 2009 quando estava passeando em Fortaleza, capital do Ceará. Deparei meus irmãos e iguais – repentistas e cordelistas – quando num “repente” veio-me o insight de narrar Histórias da enfermagem utilizando a literatura de cordel. Como pesquisadora, da ideia que emergiu diante da terra ensolarada, originou-se um de projeto de pesquisa. Doravante, mergulhei no universo encantador do cordel para narrar histórias da enfermagem; divulgar a produção do conhecimento estético cordelizado, destacando nas histórias o patrimônio histórico, literário, cultural e político da enfermagem.

SMC  - Você já esperava ser a autora do primeiro livro sobre histórias da enfermagem utilizando a literatura de cordel?

Onã Silva - Não esperava. Entretanto, o prêmio constatou o recorde pelo fato de que não existia realmente nenhum livro publicado na temática, narrando histórias da enfermagem cordelizadas, fruto de pesquisa, pois me dediquei tanto ao exercício de ler, estudar, pesquisar (nas distintas fases) relacionando ao exercício estético e sensível da poesia de cordel. O RankBrasil analisou o projeto como um todo, julgando o trabalho e homologando o título de recordista. Então, sinto-me honrada pelo título.

 

SMC - Que temas são abordados em seu livro “O Sol da Justiça”?

Onã Silva - São poemas extraídos da realidade, cujas temáticas são: drogas e suas implicações; violência nos distintos contextos (social, física, contra as crianças e mulheres); problemas de saúde pública tais como a fome, a miséria, a desnutrição, dentre outros.

 

SMC - Como foi a escolha do Título para o seu livro “A Quadradrinha de Gude”?  Conte-nos um pouco sobre esta obra.

Onã Silva - Este livro infantojuvenil aborda a questão das drogas. A história inicia com a abordagem de uma criança feita por um estranho, que apresenta ao estudante um objeto diferente: A Quadradinha de Gude.

Atraído pelo objeto diferente o menino segue o estranho que o engana.

O título refere-se a este assunto diário no contexto escolar: o oferecimento de drogas, pelos estranhos que a cada dia apresentam as mais distintas estratégias, que podem ser chamadas de A Quadradinha de Gude.

Livro recomendado para o público infantojuvenil, educadores, pais, responsáveis e sociedade em geral.

 

SMC - De forma geral, qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor através de sua escrita?

Onã Silva - Meu objetivo com a literatura é dialogar os saberes da área da saúde envolvendo vários temas do cotidiano e da cultura – de modo que eu, enquanto cidadã e profissional da saúde, posso contribuir para a qualidade de vida, por meio da literatura. Popularizando a ciência, divulgando e democratizando os saberes da saúde e da enfermagem para outras áreas e para a sociedade em geral.

 

SMC - Onde podemos comprar os seus livros?

Onã Silva - Podem ser adquiridos por meu intermédio: site www.onasilva.com.br; e também pelo meu facebook https://www.facebook.com/ona.silva

- www.livrariacultura.com.br;

- Editora Scortecci;

- Zamboni e-books,

- www.thesaurus.com.br;

- www.mauricioapolinpario.com.br

- Site Enfermagem É: https://www.facebook.com/enfermageme.com.br?fref=ts

- Livros a venda- https://www.facebook.com/groups/livrosavenda/

- Livraria Mesquita – Faculdade de saúde, Universidade de Brasília

- Livraria Cotidiano -

- OC LIVRARIA - scrln 709, bloco f, loja 45 - asa norte-df

E outros espaços 

 

SMC - Conte-nos um pouco sobre o seu trabalho voltado para a Enfermagem, qual o objetivo? como fazer para contrata-la?

Onã Silva - A enfermagem é uma profissão que tem realizado avanços históricos como a ruptura do modelo hospitalocêntrico, transformando o cuidado pela integralidade e ações multidisciplinares, criativas e lúdicas. Ao longo da minha trajetória profissional como enfermeira tenho pesquisado, estudado e divulgado ações e trabalhos voltados para o estímulo e o desenvolvimento do potencial criativo do profissional de enfermagem.

 

Quanto a contratação para palestras, oficinas, whorkshops, espaços criativos e Mostra Literária das minhas obras, entrar em contato pelo e-mail (onatil@gmail.com; ou mensagens “in box” meu facebook ou no site www.onasilva.com.br).

 

SMC - Quais os seus principais objetivos como escritora?

Onã Silva - No papel de escritora objetivo estudar, escrever e publicar materiais diversos – livros, artigos, ensaios, editoriais, mensagens de vários gêneros – em temáticas diversas, bem como relacionadas às ações criativas e inovadoras no exercício profissional de enfermagem.

Como escritora, estou também atuando de forma interdisciplinar, na interação de saberes como a saúde, educação, cultura e arte.

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Onã Silva - Algumas pesquisas dizem que o mercado está em crise.

Outras pesquisas dizem que o mercado é promissor.

Outros ainda dizem que as pequenas livrarias não resistem às gigantes internacionais.

Quanto ao meu pensar?

No meio de opiniões tão distintas,  como escritora-leitora não posso me deixar levar por nenhum dos ventos.

 Avisto melhorias: não sei se de cunho mercantil, mas nas distintas possibilidades contemporâneas de o escritor mostrar o seu trabalho.

Não paro. Sigo as palavras.

E contemplo tantos livros que seguem livres... a despeito da questão mercantil.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Onã Silva, que mensagem você deixa para os nossos leitores?

Onã Silva - Sou uma enfermeira-educadora cujo deleite é escrever versos, crônicas, romances e muitas palavras.

Meu doce deleite é ler e escrever.

Trabalhar diariamente com palavras é o meu papel social.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor