Organografia geral do Ser Inteligente - por Silva Neto

Organografia geral do Ser Inteligente - por Silva Neto

Organografia geral do Ser Inteligente – Por SILVA NETO

 (Introito do seu Livro:  “Liberdade Cerceada”)

 

Somos criaturas individuais (únicas), cada uma com seu quadro genético definido e semelhanças físicas herdadas.

 

Pois, “o corpo procede do corpo”. “O espírito sopra onde quer e quando quer e ninguém ouve sua voz”, assim falou Jesus.

 

Disso resulta que a individualidade espiritual independe de genes. A herança espiritual do homem é a divindade, potência criadora, inteligência suprema, causa primária ou primeira de todas as coisas.

 

O espírito que habita o corpo físico procede do espírito, ou seja: é a continuidade dele mesmo. Ora, se procede, não nasce; se é continuidade, provém de alguma coisa que antes existia; por conseguinte, não é formado ao mesmo instante em que o corpo é formado.

 

Este, o princípio da anterioridade da alma.

 

Como provar tal assertiva?

 

Provam-se tudo pelos efeitos, assim é a lei da química. Pelo efeito chega-se à causa.

 

Vejamos antão uma criança dócil, alegre, obediente, que aprende com facilidade demonstrando inclinação para o bem, o belo, o sociável; enquanto outra, tão saudável quanto, criada nas mesmas condições, recebendo a mesma educação, porém, com inclinações para o mal, para a destruição, para a insociabilidade.

 

Uma espiritualmente mais avançada que a outra? Sem dúvida.

 

A que conclusão se chega?

 

Um avanço moral trazido de uma vivência anterior bem mais que a outra.

 

Pode-se chegar a uma conclusão diferente disto?

 

Imaginemos a potência criadora lançando espíritos para a vivência na carne, uns avançados moralmente, outros atrasados; uns demonstrando conhecimentos e discernimentos mil, enquanto outros, penosamente beirando o caos da ignorância e da selvageria.

 

Se assim fosse, seria falha da criação? 

 

Naturalmente que sim, se considerarmos a criação do espírito no momento da criação do corpo.

 

Falhas provindas dos pais?

 

Não, pois, trata-se de virtudes e defeitos imateriais.

 

Como citamos antes, "o corpo procede do corpo". Como poderíamos supor a potência criadora cometer tão flagrante erro se o universo denota tão inigualável equilíbrio?

 

Não existiria flagrante injustiça divina se tantos desequilíbrios morais fossem lançados no planeta terra ou em outro orbe onde exista vida inteligente, ou se esses fossem provindos hereditariamente dos pais?

 

Quais os atributos de Deus que nós conhecemos?

 

“Deus é eterno, infinito, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom”, devendo possuí-los em grau supremo todos esses atributos, sem que não fosse Deus.

 

Como poderia sair da potência criadora um ser tão diferente em relação a outro ser?

 

O corpo transfere os caracteres hereditários através dos genes: aparências físicas, timbre da voz, cor da pele, porte físico, gestos no andar, no falar, qualidades da massa cefálica, hereditariedade herdada proveniente do corpo dos pais através dos genes o que fez com que Jesus, sabiamente, dissesse a Nicodemos: “O corpo procede do corpo”.

 

É assim que a Ciência nos comprova.

 

Porém, o espírito herda de Deus sua potência criadora. ELE, Fez-nos espiritualmente simples e ignorantes, porém, com capacidade para apreender, desenvolver, acumular experiências ao longo das existências sucessivas.

 

 

Portanto, o espírito não tem genes, “sopra onde quer e quando quer e ninguém ouve sua voz,” assim falou Jesus.

 

Cada ser humano é único, individual e evolutivo.

 

João.digicon@gmail.com

 

Fonte de pesquisa:  O Livro dos Espíritos (Allan Kardec)

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor