Orlando Lodi - Entrevistado

Orlando Lodi - Entrevistado

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Orlando Lodi, São Roque - SP. Brasil

Nasceu em 1942, em seu primeiro envolvimento com as artes plásticas criou e participou de inúmeras exposições, individuais e coletivas, expondo mosaicos feitos com pequenos e irregulares pedaços de acrílico. A dificuldade em conseguir acrílico colorido, e a grande exposição a produtos tóxicos o fizeram abandonar os mosaicos. Ao descobrir ser alérgico ao solvente da tinta a óleo se envolveu não só com a literatura como com as pedras brasileiras e, por consequência, com o ramo joalheiro, desenvolvendo criações, principalmente colares. Veio dinheiro e depressão, descobriu a tinta acrílica, desenvolveu a sua técnica, ordenou o que chama de bagunça interna, também o escuro da depressão, colorindo, primeiro abstrações, e depois se encontrando na ordem do construtivismo. Mas, há mais de vinte anos era perseguido pela história do avô contando a sua trajetória de vida para o neto. Demorou três anos para fazê-las reais.

 

“Creio que a literatura, a exemplo de todas as artes, é um exercício de aprendizado permanente.”

 

Boa Leitura!

 

Escritor Orlando Lodi, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que o motivou a ter gosto pela escrita literária?

Orlando Lodi - Notei muito cedo a fertilidade da minha imaginação. Era eu quem contava as histórias.

 

Em que momento se sentiu preparado para publicar o seu primeiro livro solo?

Orlando Lodi - Creio que a literatura, a exemplo de todas as artes, é um exercício de aprendizado permanente.

 

Você está divulgando o seu novo livro “Sobre todos os amores” conte-nos um pouco sobre o enredo que compõe a obra.

Orlando Lodi - Sobre Todos os Amores gira em torno de um avô contando a sua história para o neto. Bem humorado e imaginação solta graças a uma raiz, o avô narra desde a sua infância na aldeia natal até a quinta-feira, dia sempre propício para as grandes travessias.

 

Quais os principais desafios para escrita desta obra?

Orlando Lodi - A maior dificuldade foi inerente ao realismo mágico: escrever conduzindo o leitor a se envolver na história de tal forma que o absurdo é não acreditar no impossível.

 

De que forma estes desafios foram superados?

Orlando Lodi - Esgotando dúvidas até que fosse real o milagroso olfato do pastor.

 

Como foi a escolha do Título?

Orlando Lodi - É um livro que fala do amor nas suas diversas formas, mas sendo revelados através do comportamento ou história das personagens.

 

Onde podemos comprar os seus livros?

Orlando Lodi - Encomendando na sua livraria informando o título e a Editora Aquariana ou diretamente com a editora: vendas@aquariana.com.br

 

Além de autor você é artista plástico, como você descreve a arte do artista Orlando Lodi.

Orlando Lodi - Inventando cores vaguei por diversos estilos até me encontrar no construtivismo, na lógica da geometria, um método eficaz contra os pensamentos fora de hora. 

 

Quais os seus principais objetivos como autor?

Orlando Lodi - Contar mais duas ou três histórias.

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor o escritor Orlando Lodi. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

Orlando Lodi - Não necessariamente o meu livro, mas leiam, leiam sempre.

 

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Contato: divulga@divulgaescritor.com

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor