Os Olhos - por Filipe Amourous

Os Olhos - por Filipe Amourous

Os Olhos


Empresto os meus olhos ao Poeta

e com eles vejo cores que 

nunca vi


Nos olhos do Poeta as pessoas

são diferentes, amam e sentem

de coração aberto


Não escondem emoções e

não traem os seus sentimentos

Não escondem as lágrimas e

não reprimem o desejo


E com estes olhos viajo e sonho

pelos caminhos da ilusão

por esta estrada que te trás para mim


Nos teus olhos os meus se perdem

nesta magia que perdura

com um beijo em que não solto

os teus lábios dos meus


Nos olhos do Poeta somos perfeitos

um para o outro porque não 

julgamos, amamos os momentos

e desejamos os instantes


E quando o Poeta dorme,

fecho os olhos para não

ferir os seus sonhos

 
 
 
 
 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor