Os três pilares fundamentais na vida - por Maurício Duarte

Os três pilares fundamentais na vida - por Maurício Duarte

Os três pilares fundamentais na vida

 

Existem tríades de muitos níveis, de muitos tipos e de muitas instâncias: A Santíssima Trindade com Pai, Filho e Espírito Santo; a verdade, a beleza e o bem na poesia antiga; as Três Joias do budismo e por aí vai.

Gostaria de falar sobre uma tríade que me veio espontaneamente enquanto eu rezava o terço há alguns dias atrás.  Não li nada a respeito em nenhum livro, não assisti nada em nenhuma palestra, documentário ou filme, nem ninguém me falou nada sobre isso em nenhuma conversa.  Mas intui que é uma verdade e desejei passar adiante. É o que estou fazendo agora.  A tríade é: saúde, dignidade e trabalho.  Fundamental na vida de qualquer pessoa. Mas só isso?  Você pode me perguntar: só isso?  É... Parece simples demais... Qualquer um sabe disso.  Mas vamos nos deter nos detalhes.

Sem saúde física mental, emocional, psicológica e espiritual, ninguém pode continuar a viver normalmente.  É preciso um nível de abundância saudável para que se tenha as outras duas qualidades de modo pleno.  A saúde proporciona ainda a certeza de uma conexão efetiva com a divindade, seja qual for a tradição espiritual ou religiosa a que estamos ligados porque sem ela passamos a “sentir” nosso corpo, nossa mente e nossos chakras e nosso corpo, nossa mente e nossos chakras nos “sentem”; algo está errado na doença e nosso corpo, nossa mente e nossos chakras mostram.  A saúde por isso é um nível a ser alcançado na normalidade e para além dela também.

A diginidade vem como subproduto da saúde perfeita e nos dá uma perspectiva de evolução em todos os sentidos.  Traz plenitude e cria um bem estar que “empurra” nossa realidade naturalmente para posições superiores na vida.  O contrário da dignidade é o gueto, a periferia existencial ou espiritual.  Dentro do que é digno, seguimos em sintonia com nosso guia espiritual e nos tornamos aptos ao terceiro pilar.

O trabalho dignifica o homem.  Muitos podem dizer: a palavra “trabalho” vem de “tripalium”, instrumento de tortura.  Mas essa é uma perspectiva na qual se tem o que é o trabalho alienado, quando não se tem uma visão global do que se está fazendo, em que se está trabalhando.  Você pode dizer ainda: mas a maioria das pessoas não está nessa perspectiva?  Talvez esteja, porém preciso enfatizar o aspecto positivo dessa história; o trabalho proporciona a construção da realidade humana, a humanização do real só se dá a partir do trabalho e é ele que nos consolida a dignidade que vem plena por fim e nos mantém saudáveis, sendo assim sucessivamente numa roda que começa, termina e começa de novo, sem parar.

Portanto, saúde, dignidade e trabalho é uma tríade fundamental para qualquer pessoa.  Não nos furtemos a vivenciar, experimentar e criar essas três possibilidades das nossas atividades diárias e fazer da nossa existência um bálsamo para o universo.  Paz e luz.

 

Mauricio Duarte (Divyam Anuragi)

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor