Outro Natal - por José Sepúlveda

Outro Natal - por José Sepúlveda

Outro Natal

 

Vi-te despido, triste e agachado

Mexendo e remexendo na lixeira,

Em busca de alimento, um só bocado

Para enganar a fome a vez primeira

 

Depois vi-te na rua esfarrapado,

Prostrado lá num canto a tarde inteira

A mendigar um ombro dedicado

Para fazer de tua travesseira

 

E ao ver essa criança entrar na luta

Nos braços de uma jovem dissoluta

Que anda pela vida ao Deus-dará,

 

Qual pária, caminhei triste, sozinho,

Na esp'rança de encontrar no meu caminho

Um novo alvorecer, um amanhã!

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor