Palmira Heine - colunista

Palmira Heine - colunista

Palmira Heine é doutora em Linguística pela Universidade Federal da Bahia,  é atualmente professora de Linguística atuando em Universidades. Poetisa desde tenra idade, já teve  diversos poemas publicados em diversas antologias. É autora do livro Poemas de Alforria em que publicou seus inúmeros poemas. É também autora de livros infantis.Publicou, juntamente com Katia Rocha do livro infantil Meu Planeta Azul que falava da necessidade de preservação da Natureza, e  é única autora do livro O pontinho desapontado, onde, brincando com a história de um ponto final que queria se transformar em vírgula, fala da importância de cada um no mundo. Escreveu também um livro infantil intitulado O reino todo amarelo que busca mostrar a importância do respeito à diversidade e às diferenças. Autora do livro O autor é você, publicado pelo Selo Editorial Pingo de letra, Editora Scortecci, destinado também ao público infantil.

 

Site da autora

 

Imagem de apresentação da escritora

 

 

 

Palmira Heine - colunista

Poema para meu pai (in memorian) - por Palmira Heine

Poema para meu pai (In memorian)     Se tenho algo para dizer   é obrigado por ter você   por seu exemplo, por seu carinho   pela sua luz em todo meu caminho   pelo  amor, pela afeição,   pelas palavras de...

Eu lembro, mãe - por Palmira Heine

Eu lembro, mãe!   Eu lembro das horas que você ficou acordada ao meu lado, esperando a febre passar. Eu lembro das horas em que levantou  de madrugada porque eu estava a chorar. Eu lembro de seu sorriso quando eu falava alguma coisa engraçada E também de sua bronca, quando eu fazia alguma...

Para as crianças da guerra - por Palmira Heine

Para as crianças da guerra   São apenas crianças mas têm feições tristes No meio da guerra, só o medo existe Roubaram a infância e o sonho infantil Entre bombas e armas, ao som do fuzil Senhores, Senhoras, por que se calaram? No meio da guerra, crianças deixaram? O silêncio cortante de quem...

Ode ao homem normal - por Palmira Heine

Ode ao homem normal   Nada mais natural que ser um homem normal: que canta a mesma música em um só coral que veste o mesmo tipo de calça social que tem o mesmo jeito e o mesmo ideal que é feliz apenas por ser homem normal.   Nada mais natural que ser um homem normal: Que segue a mesma...

Tecnohomem - por Palmira Heine

Tecnohomem   Corpo descartável Mente descartável Roupa descartável Verso descartável Sonho descartável Alma descartável Vida? Inviável Homem descartável.        

Saudade - por Palmira Heine

Saudade   Saudade é vazio no peito saudade é um verso em vão é a dor que não passa direito é dormir com a vã solidão.   Saudade é querer te rever Dizer outra vez que te amo Saudade é não te esquecer Me perder no meu pranto insano   Saudade, somente saudade Maltrata o meu coração A...

Poema de alforria - por Palmira Heine

Poema de alforria   O poema é liberdade Dá asas ao coração Liberta a alma pequena Da cela da escravidão Por isso, a poesia É como carta de amor Talvez carta de alforria Que nos liberta da dor.   O poema é igual al semente Que rosa ainda será Entra por dentro da gente Com versos para...

1 | 2 >>

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor