Parque - por Marta Maria Niemeyer

Parque - por Marta Maria Niemeyer
PARQUE . No parque de diversão alegria contagia, brincam com entusiasmo José, Ana e Maria. Na entrada há correria, todos cheios de euforia, querem aproveitar o máximo porquê o tempo voa com velocidade. Balancinho quer me levar, pra lá e pra cá?Quanta liberdade parece que vou voar! O trem fantásma assusta, pode ir que não há perigo, apenas dá um friozinho da coluna até umbigo. Andar de roda gigante é muito interessante, a imagem lá do alto, dá emoções impressionante! A montanha russa é atração maior quando viramos de ponta cabeça, parece que ficamos bestas. No lago há pedalinhos passeiam sem pressa alguma, na fila todos esperam há paquera em andamento, o lê lê está de olho em lá lá. Carrossel que gira gira. Gira sem parar. Até quando vai girar? Até o anoitecer ou até o sol raiar? Já quero sair daqui pra não perder de vista a lá lá. Quando encontrar a lá lá de que assunto com ela vou falar? Convidar para um sorvete ? será que vai emplacar? Duvidas de criança não tem quem alcança. Porquê? porquê? porquê? porquê? Marta Maria Niemeyer





Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor