Patriotismo versus Bairrismo - po Silva Neto

Patriotismo versus Bairrismo - po Silva Neto

 

 PATRIOTISMO VERSUS BAIRRISMO – Por SILVA NETO

 www.silvanetoesilva.com.br

 

 A propósito das manifestações ocorridas nos dias 13 e 15 de Março, viajo em pensamento ao passado. Vou precisamente ao  tempo em que havia nos currículos escolares a matéria Educação Moral e Cívica (hoje extinta).

 Nessa época, estudava no Colégio Diocesano de Garanhuns, Pernambuco, onde cursei do fundamental até a conclusão do segundo  grau científico, sendo aluno interno no Mosteiro de São Bento daquela Cidade.

 Colégio referência no Estado, o Diocesano era famoso pela educação rígida aplicada aos alunos, sob a direção do então   Padre Adelmar da Mota Valença.

 A propósito, o referido Colégio festeja este ano seu centenário.

 Lembro-me, ainda, das aulas de Civilidade, às quintas-feiras, na imensa Capela do Colégio, onde se aglomeravam centenas de  alunos sentados e atentos. 

 As aulas eram ministradas pelo Padre Adelmar que não dispensava sua batina preta, apesar da liberalidade do uso do hábito.  Por isso, nós alunos chamava-o “Cavaleiro Negro” (sem que ele soubesse, é claro).  

 Naquela época aprendíamos a amar a pátria, respeitar os símbolos nacionais (bandeira, hino, brasão, heróis do passado,  riquezas naturais, patrimônio material e imaterial, costumes e tradições). 

 Aprendíamos desde higiene pessoal, as boas maneiras; o respeito pelos mais velhos, mulheres e crianças; a proteger o  patrimônio público e privado, as instituições religiosas. 

 Cantávamos o Hino Nacional antes de entrarmos em aula. Rezávamos em classe, respeitávamos os professores e fazíamos as  traquinagens normais de todo adolescente. Mas, o tempo se foi, e a inversão de valores perpetuou na era moderna,  suprimindo até os bons currículos escolares e com ele os valores indispensáveis de cidadania.

 Entramos na era moderna, na incivilidade, na anarquia institucionalizada do sentimento de bairrismo e de revanche. 

 Mesmo porque Patriotismo não se afina com Bairrismo. São sentimentos inteiramente distintos.

 Patriotismo é o sentimento de verdadeiro amor pela pátria. É a aclamação em defesa da pátria ditando palavras de ordem, r  ememorando seus heróis e sua história. É o orgulho que se sente pelas conquistas alcançadas no campo da diplomacia, do  diálogo com outras nações. 

 Enquanto Bairrismo é a paixão exacerbada em defesa do lugar onde se nasceu em detrimento de outra Cidade, Região ou  Partido Político, em que prevalece o cisma, a divisão, fomentando a disputa, a intriga, a guerra. 

 Eis as duas faces da bandeira. Em que lado devemos ficar?

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor