Vinho - Ione Kadlec

Vinho - Ione Kadlec

Foto: Dominique

 

VINHO

 

Ouço a terra a rodar

O ontem que se foi

Não mais voltará.

Memórias cá dentro

Saudades enterradas

Na terra lá fora

Hoje não existe mais

Mas sei quem foi.

Não  vejo: beijo.

Há muito partiu

Partiu quando?

Não lembro! Só sei que tão cedo

Na época em que as tardes caiam devagar.

O fruto sempre verde

Lábios doces

Tudo fértil

Vida ensolarada.

Ouviram o vento?

Continua chovendo lá fora.

É o futuro, outrora tão distante.

Arrebentando a porta

Hoje companhia vulgar

Porém esqueço-me, por vezes, dos anos.

Quando as tardes, embriagadas, viviam a voar.

Os frutos? Ah, os frutos!

Estes,  mastigo devagar

Pois não tenho mais todo o tempo do mundo

Para com ele me embriagar.

É chegado o momento do vinho

Memórias de mim.

 

Tela: Dominique Gioan, de Paris - from her gallery

 "Interiores de França"]

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor