Perfeicão - por Ione Kadlec

Perfeicão - por Ione Kadlec

Perfeição

 

Eu que, tantas vezes, como Pessoa[1]

Sou apenas uma pessoa

Comum, indisposta, impaciente.

Presa as árvores como orquídeas parasitas

Esperando, cansada, as gotas da chuva.

Deitada nos tapetes persas olhando as etiquetas pagas.

Eu que, outras vezes, me canso de falar

Sem tempo para ouvir

Sem vontade de olhar

Eu, miserável, de Victor Hugo

Também sonhei um sonho

Quando estes, os sonhos

“Eram feitos, usados e desperdiçados

Não havia preços a serem pagos

Nem canção não cantada, nem vinho não provado[2]. ”

Eu, imperfeita que sou, quero apenas o direito

De plantar sementes, regar sonhos

Viver repleta de esperança

Sempre cercada com cercas feitas de amor.

Tudo, amanhã, será melhor

Pois hoje é tão bom!

 



[1] Poema em linha reta. Fernando Pessoa (Álvaro de Campos)

[2] Canção: I dreamed a dream. Musical Os miseráveis, inspirado na obra de Victor Hugo.

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor