Poema Virtual - por Bernadete Bruto

Poema Virtual - por Bernadete Bruto

Meu poema virtual
Deseja chegar a todos
De uma só vez
Exorcizar lamentos
Desanuviar corações!
Sem nenhuma filosofia
Espalhar alegria
Procura guarida no espaço virtual
Pelo protocolo enviado,
Se não sair errado...
No seu momento
Leia meus versos
Apenas destinados
A lançar um encanto
A recordar...
O poder de sonhar!
Este poema quer animar!
Inventar um motivo
Para rirem junto comigo
Proporcionar abrigo
A alma
Só com palavras
Como uma melodia
Estabelecer sintonia!
Na falta de uma mão...
Deixa um coração:
Transparente!
Sorridente!
No mundo propagando a graça
De viver profundo
E sair inteiro!
Se ofegante
No chegar derradeiro...
Ser o primeiro
A rir bastante
Contagiante
Conclamando
A seguir trnasbordante,
Sorrindo e sonhando...
Nessa vida,
Ainda divertida
E tão brilhante!
 

Bernadete Bruto
www.bernadetebruto.com
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor