Ponteiros - por Adriana Freitas

Ponteiros - por Adriana Freitas

Por Adriana Freitas

Sinto o ponteiro passar mais depressa.

Sinto que o tempo não tem a mesma velocidade.

Agora ele é mais veloz.

Os anos estão passando numa velocidade cruel.

Não sei o que faço.

Me desespero vendo o tempo passar.

Desperdiçando os meus dias com displicência.

Sinto que não sou mais a mesma.

O meu corpo reage de maneira diferente.

Ouço o som do relógio.

É como se ele quisesse me dizer que o tempo está passando.

Que ele não vai esperar por mim.

Que devo ir depressa.

Para não deixá-lo passar.

E perdê-lo de vista.

 

Publicado 23/01/2014

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor