Por ora, humanos - por Daniela Gebelucha

Por ora, humanos - por Daniela Gebelucha

Por ora, humanos!

 

Entre o dizer tantas coisas

E o

Dizer “nada”:

Boca bonita

Pele orvalhada!

Carinhos, amor;

Roupa amassada!

Brilho e calor,

Paixão amarga!

Boca salivando,

Desejo incandescente!

Amor pulsando,

Martírio eloquente!

Olhos insinuantes,

Corpos queimando

Na angústia do desejo

Corações palpitando!

Respiração ofegante

Sabor enlouquecedor!

Prazer incondicional

Tempestades de amor!

Sensação insana

Querer descontrolado!

Na conversa do prazer

Corpos entrelaçados!

No desejo efêmero do querer

Amantes obstinados!

Possuídos pelo pecado

Devastados pela paixão!

Pelo amor, encurralados,

Delírios de emoção!

Carnal insanidade

Poder profano...

Por ora, descontrolados...

Por ora, humanos!

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor