Preguiça x Determinação: Quem ganha essa Parda - por Teia Camargo

Preguiça x Determinação: Quem ganha essa Parda - por Teia Camargo

PREGUIÇA X DETERMINAÇÃO: QUEM GANHA ESSA "PARADA"?

Hoje o dia amanheceu cinzento, garoa fina, ventinho gelado e aí pronto, a intenção de começar a ginástica foi por terra e mais uma hora de cama quentinha ocuparam seu horário.

E amanhã? Que outros motivos ou desculpas adiarão os planos por uma vida mais saudável, uns quilinhos a menos ou uma significativa melhora das taxas de glicose? Acontece isso com você? Não se envergonhe! Não se culpe! Todos nós somos assim.

Isaac Newton, o pai da física moderna, nos deixou como ensinamento que um objeto parado tende a permanecer parado, a menos que seja compelido a modificar esse estado pela ação de forças impressas sobre ele.

Com o ser humano acontece a mesma coisa. O princípio do menor esforço é nossa tendência natural e convenhamos que curtir uma preguicinha, dedicar-se a um momento de total ociosidade, ficar “de bobeira”, faz um bem danado, não faz?

Então, do que precisamos para colocar um limite nessa indolência traiçoeira que não por acaso faz parte da lista dos pecados capitais?

“Sir” Newton deu a dica, mas vamos facilitar as coisas e resumir numa só expressão o que a teoria do ilustre britânico pode fazer a nosso favor: MEXA-SE!

Escolha uma atividade física com qual se identifique, que seja apropriada e conforme avaliação e recomendação médica e comece hoje, agora, imediatamente. Crie o hábito de praticá-la com regularidade e aos poucos aquilo que era penoso vai se tornando rotineiro e mais prazeroso.

Se precisar de motivação, convide um (a) amigo (a), um (a) vizinho (a), convoque o (a) companheiro (a) ou crie um grupo numa rede social. Hidrate-se, respire corretamente, use protetor solar ao ar livre, alimente-se de forma saudável e respeite seus limites.

E aí, todo o esforço de sua determinação em melhorar o condicionamento físico, o humor e a saúde pode e deve ser recompensado e nada melhor para isso do que um momento de deliciosa preguiça, mais do que justa e merecida.

Texto originalmente publicado no blog http://blogfv.com.br/

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor