Promessas do ano - por Maria Estela Ximenes

Promessas do ano - por Maria Estela Ximenes

PROMESSAS DO ANO

 

Início de ano,  um casal começou a fazer um balanço das promessas feitas no ano anterior.

- Posso afirmar Paulo, que você deixou a  desejar quando o assunto foi  cumprimento de suas promessas. Nem sequer as promessas básicas conseguiu cumprir.

- E quem conseguiu Ana? Conhece alguém por acaso? As  promessas de campanha por exemplo, políticos prometeram um prato recheado de benfeitorias  que  azedaram  logo no primeiro semestre do ano. Tem gente que está devendo até hoje as promessas de dois, três anos atrás.

- Sim, mas  você  há de concordar que a sua lista de promessas não eram tão difíceis assim; parar de roncar, de espirrar todas as vezes que o ar condicionado estivesse   ligado,  gritar e derrubar copos a cada   partida de futebol, me entregar a chave do carro para que eu tentasse  dirigir, perder  peso...são promessas até viáveis...

- Só se for viável para você querida! Não percebeu que  aguardava um outro homem dentro da nossa  casa? Nem se  eu entrasse em uma  dessas máquinas de estética que vocês mulheres conhecem tão bem e saísse totalmente  recauchutado!       

- Também não é bem assim Paulo, não precisa ficar bravo.

- Bravo? Eu? E quanto as  suas promessas Ana?

- O que tem as minhas promessas?

- Entre tantas, você não prometeu sumir da minha vida se eu não cumprisse as minhas?

- Prometi sumir?

- Exatamente,  porque você acha que eu fiz questão de não cumprir as minhas promessas?

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor