Quadras, quadrinhas e pedrinhas - por Neide Brasileiro

Quadras, quadrinhas e pedrinhas - por Neide Brasileiro

         Quadras, quadrinhas e pedrinhas

 

Quadras se delineiam por dentro de mim

Sem saber para onde vou

Sem contar quantas já percorri

 

Quadras se delineiam brincando

Às vezes pequenas, às vezes grandes

Às vezes com pequenos pedaços de ruas

Quadras que delineiam a minha história

Com palácios e casas nas quadras

Com ruas e avenidas nas quadras

 

Quadras que se delineiam milimetricamente

Às vezes sem forma

Às vezes em retângulos, às vezes em quadrados

 

Eu ando por elas

Elas contornam a cidade

Elas contornam as casas

 

Os passos seguem pelas quadras,

Cada uma com a sua particularidade

Cada uma com a sua pluralidade

 

Passo avenidas, passo ruas, atravesso pontes

Sigo encontrando pedrinhas no caminho,

Casas coloridas, casas sem cor

 

Telhados novos, telhados velhos

Jardins verdinhos, jardins secos,

As quadras compartilham com as ruas meu caminho

 

Encontro pessoas e novamente pedras no caminho

Encontro cachorros e companheirismo

Subo na calçada, fujo das pedras

 

Sigo andando, passando

Quadra a quadra sem cansar

Sem que eu perceba a memória tudo grava

 

Grava as quadras e os cenários

Quadro a quadro grava as pessoas

Seus gestos e seu vestuário

 

Grava os meus passos e os passos

Das pessoas que nem sequer 

Sabem que fazem parte da minha vida.

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor