Raízes - por Conceição Oliveira

Raízes - por Conceição Oliveira

Raízes

 

Caminhando sobre a areia, num desses dias apagados

em manto de nevoeiro

elevo o pensamento à dimensão do voo que me circunda

batendo asas, levemente,

a gaivota soletra pios

no corte da cinza.

 

Ouço-a e olho-a

tomo-lhe o rumo e mergulho a fundo

tropeço nas conchas

adormeço sobre as pedras que chocalham a tecer

futuros de areia.

 

As correntes vomitarão.

 

Perco-me no anil do mar.

Lua cheia…

Azuis, prata, escamas

palavras no cortar da raiz profunda

sob as águas, dilúvios em raios de lua.

Mas é em busca do divino que eu corro.

 

Olho e ouço.

Não enxergo além da dimensão do coral

a clarear fundos matizes…

 

Prendo-me às algas.

Sombras de poemas

cercam meus pensamentos.

 

Não encontro nenúfares no mar.

Apenas sal.

Sal.

e dor.

 

Lá,

Guardadas,

as minhas raízes.

 

Da Raiz (transparências)

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor