Recordações do Alentejo - por Joana Rodrigues

Recordações do Alentejo - por Joana Rodrigues

RECORDAÇÕES DO ALENTEJO

 

Fiz meu poema ás ceifeiras

que grande luta tiveram

trabalho de tantas canseiras

que muitos nunca quiseram

Aos poucos iam saindo da terra

para fugir a essa grande labuta

capítulo que para uns encerra

para outros continuou sempre a luta

A mocidade era linda, mas triste

queriam uma vida melhor,

cada um na sua ideia persiste,

uns ficaram bem outros pior,

A imigração foi um dos caminhos

para fugir a tantos lamentos,

muitos fora do país fizeram seus ninhos

uns mais belos outros mais cinzentos

Mas foram esses os caminhos procurados,

e com destinos bem diferentes,

no nosso país muitos se sentiram imigrados

outros regressaram falando línguas bem fluentes

Estes foram os não resignados, aos campos de antigamente

 

POEMA DE

JOANA RAMOS RODRIGUES 12/01/2015

TELA PINTADA POR ANA PAULA ANGÉLICO

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor