Resenha do livro Terras Metálicas - Autor Renato C. Nonato

Resenha do livro Terras Metálicas - Autor Renato C. Nonato

Terras Metálicas

 

Renato C. Nonato

 

A última guerra lavou a atmosfera com uma massa nuclear, tornando-a incapaz de sustentar a vida. Para continuar sobrevivendo, a humanidade precisou se adaptar, isolando-se numa atmosfera artificial: a Esfera, local onde tem se mantido com o passar das gerações. A utopia da sociedade desde então, com a paz sendo mantida com mão de ferro pela Elite. Mas essa paz pode acabar...

Raquel é uma recém-formada em primeiro nível na Academia, que passa seu tempo livre entre Saturno - o parque temático da Esfera - e divagações sobre seu sonho de voar. Ao iniciar uma nova etapa de vida, ela vai encarar a cerimônia de implante que pode tornar esse sonho realidade, se a habilidade dos Túneis lhe for conferida.

Mas essa noca etapa também vai levá-la por caminhos perigosos... Raquel descobrirá que o IA, responsável por todos os sistemas de sobrevivência da Esfera, está com os dias contados. Como manter a sanidade sabendo que a vida tal qual você conhece está para acabar? Raquel ainda não tem essa resposta, mas vai precisar encontrá-la. E para isso ela precisará, mais do que nunca, da ajuda de seus amigos. Tashi, Tales, Ângelo, Camila, Liceu, Isabela e Nirvana lhr darão sustentação quando tudo o mais na utópica Esfera estiver ruindo. - Sinopse.

 

É nessas horas que esse sistema de 5 estrelas se torna extremamente inconveniente! Eu queria poder colocar um zilhão de corações indicando favoritismo, mas como não é possível, tentarei ao máximo passar o quando gostei desse livro através da resenha mesmo.

 

Como o livro é grande, tem muitas informações e acho que tudo o que você precisa saber sobre a estória antes de ler está na sinopse, irei levar o foco dessa resenha direto para a minha experiência com o livro. (isso também evita que eu escreva umas 50 páginas. eu acho. vou tentar! kkkk)

 

   • Primeiro, sobre a Esfera:

Simplesmente amei cada detalhe narrado! Parece que o autor entrou na minha cabeça, viu todas as tecnologias com as quais sempre sonhei e colocou elas no papel! E ainda melhor!!

 

“Grandes explosões sacudiam o mundo virtual conforme uma gama de criaturas deformadas avançava na direção dos heróis estudantis. Com os sensores de infusão fazendo os corpos sentirem as explosões e sensações como se lá estivessem, não tardou para o quarto de Ângelo ser esquecido e o grupo mergulhar de corpo e alma na guerra vivida.”

 

Um trecho de quando Raquel e seus amigos estão na casa de Ângelo, jogando Esfera Avançada. Com óculos de realidade virtual. (!!!!)

 

As casas, o jornal, os trens, a escola... Tudo me deixou com imensa vontade de pegar minha malas e rumar para a Esfera! Demorei quase duas semanas lendo esse livro, e durante esse tempo sempre me pegava imaginando como seria morar lá! Durante o dia, lá estava eu imaginando como seria legal estudar na Academia. Antes de dormir, todas as páginas já lidas ficavam repassando em minha memória. E quando eu dormia? Bom, os sonhos com a Esfera são bastante divertidos.

 

Resumindo, danem-se as florestas, vamos todos viver no interior da terra em uma atmosfera artificial controlada pela Elite! Quem se importa se existe o Esfera Avançada? (e eu até gostei dos membros da Elite u.u haha) ~ (danem-se as florestas. nem acredito que eu acabei mesmo de falar isso. acho que vou ali doar minha carteirinha do greenpeace pra alguém que mereça x.x)

 

   • Segundo, sobre os personagens:

O livro é narrado em terceira pessoa, e eu gosto muito disso. Várias pessoas acham que isso impede você de se conectar com o personagem principal. Eu acho que possibilita a conexão com vários outros personagens, além do principal. E com certeza amei os personagens de Terras Metálicas.

 

Os tashis (mascotes eletrônicos) são meus preferidos! Tashi, com seu jeito medroso, sempre repetindo as frases *-* (gosto desse tipo de coisa xD), Liceu, sempre pronto para as maiores aventuras, Nirvana, "sempre" caindo no papo de Liceu e até Sagitária, o tashi mais odioso já visto, não poderia ficar fora dessa! (Tashi está ali em cima fazendo as vezes de estrela classificatória)

 

Quanto aos humanos, bom, também gostei de quase todo mundo. hahahaha

Fica meio difícil listar toooodo mundo aqui, porque sério, até alguns 'vilões' eu gostei xD Mas preciso dizer que minha personagem preferida, e isso por muito pouco mesmo já que os outros amigos de Raquel e ela estão quase junto, é a Isabela. Provavelmente porque ela é uma Sibério, e se eu vivesse na Esfera iria querer ser uma Sibério com certeza! *.*

 

   • O que nos leva a Terceiro, sobre as habilidades:

São cinco: Túnel, Sibério, Antena, Bio e Exilado. Todos são legais (até os Exilados, porque eles podem chegar perto do mainframe e tal). Lógico que as habilidades mais legais de todas são as dos Sibérios, mas estou só comentando...

 

- Túneis: possuem a capacidade de mover objetos a distância por meio do fenômeno do tunelamento.

 

“a jovem de corpo azul com braços saindo das costas, dos joelhos e das palmas das mãos. A Medusa, o máximo dos Túneis.”

 

- Sibérios: Têm a capacidade de interagir com as moléculas de qualquer material, podendo acelerar ou reduzir suas vibrações de modo a aquecer ou resfriar qualquer coisa.

 

“delicados fios em tom de ouro saíam de uma base, subindo em espiral na forma de um furacão. O Tornado, o máximo dos Sibérios.”

 

- Antenas: Interagem com a própria mente e com as mentes ao redor, podendo ler e induzir pensamentos.

 

“Sobre a escultura de um homem cabisbaixo se elevava um espectro em cores vermelhas, uma sombra dominante. O Arcanjo, o máximo dos Antenas.”

 

- Bios: Interagem com o próprio corpo podendo incrementar sentidos, força, velocidade e percepção.

 

“uma escultura em tom esverdeado com formato de geleia que com muita criatividade poderia representar um ser humano. O Metamorfo, o máximo dos Bios.”

 

- Exilados: Não possuem uma resposta para o chip, de modo que não possuem habilidades.

 

“duas engrenagens brancas estavam conectadas por meio de seus dentes. A Junção, o máximo dos Exilados.”

 

Imagens e maiores explicações estão disponíveis no site do livro, o que foi ótimo, já que enquanto lia eu estava tendo uma leve dificuldade em visualizar baços saindo dos joelhos de uma pessoa... (hábilidade Túnel)

Esses são os "superpoderes" dos moradores da Esfera. Muito legais, e tudo explicado por tecnologia, nada de E.T.'s. Nem preciso dizer que amei né?!?

 

• e por fim, Quarto, sobre a trama:

O Renato (autor do livro) me encheu de sonhos e esperanças, alimentou eles, e quando tudo era amor, ele pegou tudo, amassou em uma bola bem compacta, trancou dentro de uma redoma de aço e colocou um explosivo junto.

Quando chegou no momento 'clímax' da estória, foi chocante, triste, revoltante, emocionante, e tudo o mais que existir nesse sentido. Eu estava quase indo atrás do Renato pra dar um soco nele, mas primeiro era PRECISO continuar lendo e saber como tudo terminaria.

E, antes do fim, de alguma forma, ele pegou os restinhos de poeira cósmica em que tinha se transformado todo o meu amor pela Esfera, juntou em um pequenino amontoado e devolveu pra mim.

 

Foi uma das melhores experiências literárias que já tive em toda a minha vida. Sem brincadeira! Se você gosta de distopias e/ou ficção científica,  você TEM que ler esse livro!! E se não gosta, leia também. Não vejo como uma pessoa poderia não gostar dessa estória! ♥

 

 

                                                                     Pela Esfera e para a Esfera!

Veja a resenha no blog: http://fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br/2013/08/resenha-terras-metalicas.html

Para ter seu livro resenhado, preencha o nosso formulário de contato: http://fantasiandocomoslivros.blogspot.com.br/p/contato.html


 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor