Revelação: infelizmente não posso fazer nada - por Roberto Mello

Revelação: infelizmente não posso fazer nada - por Roberto Mello

Revelação: infelizmente não posso fazer nada!

 

Um coração verdadeiro ama a liberdade sem confundir com libertinagem. Não se compraz à idiotice de insólitos que buscam extravagâncias materiais pelo seu incidente ou acidente mundano espiritual.  À bem da verdade; é fundamental ao seu ego, fantasiar a roupagem esquelética de sua aparência desguarnecida, vivendo a vida, completamente vendida em seu espaço indefeso de inverdade surreal.

Isento aos questionamentos à sua iludida existência, sua pseudointeligência compara seu Eu psíquico ao subliminar causando tragédias intrínsecas para não suportar o lamentável e o lastimável, que ao seu pensar, torna-se um pesar em seu momento lactante de crescimento neoespiritual.

É para refletir ou criticar? Então, vamos usar de inteligência, contudo, isenta de sentimento sórdido e material, porque no passado, eras nada e a esse nada; retornarás com sua blasfêmia habitando tua alma.

Enquanto o “nada” não acontece, contemple à magnitude imperial pela qual és serviçal. Infelizmente..., és serviçal do sistema capitalista gerando uma classe social egoísta e mesquinha, em um mundo podre, que a própria humanidade encobre por motivos fúteis simbolizando interesses particulares.

Que pena! Tu entendeste alguma coisa? Acho que nada!

Infelizmente..., não posso fazer nada!

E se nada posso fazer..., como explicar sensatamente quem é você?!

Quem sabe um simples ectoplasma condensado, perdido, corrompido, amargurado e buscando sobreviver aos conflitos terrenos e espirituais sem ao menos entender quem é você.

Digo apenas: conjugue o verbo ser e entenda a primeira pessoa do plural do presente do indicativo. Caso tenha entendido..., finalize a conclusão. Se não entendeu, volte ao inicio e peça a Deus sabedoria para perceber nas entrelinhas. Se não percebeu..., desista! Infelizmente nada posso fazer!

Chegou aqui entendendo como simbologia ou criptografia? Mesmo com essa dualidade acho ótimo, assim, começarás a desenrolar as películas que atrapalham seu raciocínio dedutivo e analógico de seus neurônios que atrapalham sua caminhada em busca da senda da iluminação.

Desejas sabedoria, conhecimento e iluminação? Ative o interruptor!

Não entendeu? Infelizmente..., não posso fazer nada!

Saudações e iluminação para vós!

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor