Rita Pea - Entrevistada

Rita Pea - Entrevistada

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

Rita Pea nasceu no outono de 1986 no dia 29 de Novembro em Lisboa, mas foi na vila de Aveiras de Cima que passou parte da sua vida. Em 2006 muda-se para Évora. Em 2009 com 22 anos, Rita Pea vence um concurso literário para jovens escritores e é publicado o seu primeiro livro intitulado “Fragmentos de uma Alma” com o pseudónimo “Ainoha Leporello”. Fez a sua primeira sessão de Autógrafos na Feira do Livro no Porto em 2010 e em 2013, no 27º Salão Internacional do Livro e da Imprensa em Genebra. Estreou em Lisboa, no Teatro da Comuna “Um Tango com Gardel” onde teve uma participação dramatúrgica. Participou em Antologias no Brasil, Portugal, Holanda e Itália. Dedica-se à Poesia, Teatro e mais recentemente descobriu o gosto pela prosa poética erótica.

“Essa é a primeira vez que conto o verdadeiro motivo desse pseudónimo… Quando eu participei no concurso para jovens escritores e o meu livro foi publicado, eu decidir fazer uma homenagem a uma pessoa muito especial da minha vida…”

Boa Leitura!

 

SMC - Escritora Rita Pea é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que a motivou a ter gosto pela escrita?

Rita Pea - Boa Tarde, Shirley! A honra é minha por ter a oportunidade de poder participar deste projecto tão relevante para a cultura da língua portuguesa. Obrigada! Eu descobri por acaso o gosto pela escrita. Estava na aula de português, no 7º Ano e a professora pediu aos alunos para fazer uma composição. Como toda a turma ía escrever prosa, eu para contrariar, na rebeldia dos treze anos decidi escrever poesia. E foi aí que me apaixonei pelo estilo. Desde então, escrevia poesia por todo o lado: nos cadernos, nas mesas, no portão da garagem, na parede do quarto, no espelho… A poesia tomou conta da minha vida. Com o tempo, fui organizando em diários, com as datas, títulos. Foi assim que tudo começou… J

 

SMC - Estou aqui curiosa para saber o por que do pseudônimo Ainoha Leporello?

Rita Pea - Essa é a primeira vez que conto o verdadeiro motivo desse pseudónimo… Quando eu participei no concurso para jovens escritores e o meu livro foi publicado, eu decidir fazer uma homenagem a uma pessoa muito especial da minha vida… Foi graças a esse ser humano, que eu vivi (e vivo) os momentos mais inesquecíveis e especiais dos meus dias. Na altura, ele interpretava uma personagem da ópera “Don Giovanni” de Mozart, que era o “Leporello” e “Ainoha” foi em tributo à soprano espanhola Ainhoa Arteta, da qual era um grande admirador. E assim, surgiu o pseudónimo. J

 

SMC - Que temas você aborda em seu livro “Fragmentos de uma Alma”?

Rita Pea - A temática do meu livro retrata emoções e sentimentos. Vivemos numa sociedade em que as pessoas valorizam outras coisas, têm outros interesses, mas não nos podemos esquecer que o ser humano não é composto somente de matéria. Também tem Alma! E quando essa fica doente, é o caos. Então decidi escrever o meu grito em poesia para tentar mostrar isso às pessoas. O objectivo de fazer arte é tentar mostrar outras realidades e lutar pela mudança de consciências.  

 

SMC - Como foi a escolha do Titulo?

Rita Pea - Quando li os poemas, que no fundo eram pedaços do que eu senti enquanto escrevia… surgiu naturalmente a ideia de denomina-lo como “Fragmentos de uma Alma” J

 

SMC - Onde podemos comprar o seu livro?

Rita Pea - O meu livro encontra-se disponível na corpos editora: www.corposeditora.com ou através do meu email: ritapeas@gmail.com J

 

SMC - Além da poesia você trabalha com o teatro. Como você vê o encontro da poesia com o teatro?

Rita Pea -  O que me encanta no Teatro é poder escrever as peças, apesar de ficar deslumbrada com o trabalho dos actores, encenadores, produção… É mágico poderes ver a tua poesia ganhar vida nos corpos e na alma dos actores! Não há combinação mais perfeita… Pretendo estudar dramaturgia, para ter uma formação nessa área, porque esta é uma profissão que exige muito de ti, não só a nível criativo mas também a nível de conhecimentos e é importante haver bases para o trabalho realizado ter qualidade. J

 

SMC - Quais os seus principais objetivos como escritora? Pensas em publicar um novo livro?

Rita Pea - O meu objectivo como escritora é viver! Viver muito! E escrever até ao fim dos meus dias… Sinto que é esse o meu verdadeiro caminho. Apesar das nuvens, o sol está sempre lá… Somente a escrever me sinto viva! Estou a escrever neste momento o 2º livro de poesia e o primeiro em prosa-poética erótica. E como disse anteriormente trabalhar na área da dramaturgia. Só assim, me sentirei feliz e realizada profissionalmente J

 

SMC - Quais os seus principais hobbies?

SMC - Como estudante universitária não tenho a disponibilidade que gostaria de ter para me dedicar somente à escrita, portanto, ela actualmente é um hobby. Mas tenho outros, também eles relacionados à arte: Ler, Teatro, Cinema, Concertos, Ópera, Viagens, Museus e Fotografia. Gosto de praticar natação e claro… Estar com aquelas pessoas especiais da nossa vida. J

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário em Portugal?

Rita Pea - Na minha opinião, as editoras deveriam apostar na diversidade de obras, géneros literários e Autores. Enquanto ficarmos “fechados” ao que se publica nos Estados Unidos não vamos a lado algum. A ideia de que “o que vem de fora é que é bom” é um mito. Muitas vezes, a qualidade literária perde-se em prol dos bons negócios e de se ganhar dinheiro fácil. É urgente que se tenha novos horizontes, novas ideias e acima de tudo, que se dignifique o Escritor! J

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Rita Pea, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Rita Pea - Mais uma vez, estou grata pela oportunidade! Muitos Sucessos ao Divulga Escritor! Aos leitores, tenho a agradecer o carinho com que me têm abordado e acreditem é muito confortante sentir que o nosso trabalho é respeitado e reconhecido. Façam como eu: Lutem todos os dias pelos vossos Sonhos! Sejam Felizes! Abraços Pea, a todos Vós, Bem Haja J 

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor