Rô Mierling - Entrevistada

Rô Mierling - Entrevistada

Rô Mierling, gaúcha, escritora, ghost writer, revisora literária, assessora editorial há de dez anos. Já revisou e colaborou na finalização de muitos livros, atualmente está lançando seu livro Contos e Crônicas do Absurdo e organizando a 1ª Antologia Amor e Morte. A autora dirige dois blogs literários, duas fans pages, participando ainda como produtora de conteúdo do site Divulga Escritor, Varal do Brasil, Recanto das Letras, Portal da Literatura e Arca Literária, filiada da REBRA. Rô Mierling foi eleita como uma das cronistas premiadas pela Câmara Brasileira de Jovens Autores com o conto Desencontros.

“A impressão que eu tinha era que, para todo lado que olhava, cenas inusitadas se descortinavam e todos os fatos podiam se tornar um conto. E como autora independente, vi a possibilidade da publicação dos contos adicionados a diversas crônicas com base em eventos sociais igualmente absurdos.”

 

Boa Leitura!

 

SMC - Escritora Rô Mierling é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que a motivou a ter gosto por contos e crônicas?

Rô Mierling - Olá Shirley, é uma alegria estar aqui e ter a honra de ser entrevistada por você. De antemão lhe parabenizo pelo seu projeto e esforços voltados a divulgação de novos autores e incentivo real e concreto à literatura.  Eu tenho interesse por contos e crônicas desde que li, aos 13 anos, um livro de Carlos Eduardo Novaes. O livro me foi dado de presente, vindo pelo correio, de um amigo no Japão. Olha que coisa não é mesmo? Ele havia visitado o Brasil, comprado essa obra, leu, amou, percebeu que a obra foi editada no ano do meu nascimento (?? Rsrs) e me enviou pelo correio. Eu li, me apaixonei pelo estilo rápido, irônico e dinâmico da leitura e escrita dos contos e eis-me aqui: uma contista.

 

SMC - Você escreveu um livro, onde os textos apresentados são baseados em fatos reais, como foi a escrita desta obra?

Rô Mierling - Começou com o conto Despreocupada, eu presenciei o fato que descrevo nesse conto e achei um verdadeiro absurdo. Em seguida veio o fato que originou o conto Predadora, outro absurdo que eu presenciei. Fui tomando notas e quando percebi já tinha mais de 10 fatos ímpares desses anotados em menos de uma semana. A impressão que eu tinha era que, para todo lado que olhava, cenas inusitadas se descortinavam e todos os fatos podiam se tornar um conto. E como autora independente, vi a possibilidade da publicação dos contos adicionados a diversas crônicas com base em eventos sociais igualmente absurdos.

 

SMC - Como foi a escolha do Título “Contos e Crônicas do Absurdo”?

Rô Mierling - Exatamente pelo lado atípico de cada fato que originou cada conto descrito, são histórias que não podem ser tidas como normais ou corriqueiras apesar de acontecerem de forma mais frequente do que imaginamos.

 

SMC - Qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor através de seus textos literários?

Rô Mierling - A mensagem é: Olhe para o lado. Espante-se. Indague. Critique. Debata assuntos que te espantam. Precisamos parar de olhar, virar a cabeça e ficar calados. O mundo é nosso lugar de convívio social, temos por obrigação dar alertas para violência, descasos, desrespeitos e fatos absurdos que nos assolam diariamente para os quais às vezes, não damos importância.

 

SMC - Rô, onde podemos comprar o seu livro?

Rô Mierling - Lanço:

Contos e Crônicas do Absurdo dia 15 de junho

E

Antologia Amor e Morte dia 30 de junho

Meus livros vão estar sempre à venda nos seguintes sites:

 

http://www.romierling.recantodasletras.com.br – aba livros a venda

http://clubedeautores.com.br/ - colocando na procura meu nome, aparecem meus livros.

http://www.estantevirtual.com.br/

http://www.asabeca.com.br/

 

Para quem gosta de e-book, meus livros também estarão sempre disponíveis em formato digital, a venda nas livrarias abaixo:

www.livrariasaraiva.com.br

http://www.livrariacultura.com.br

http://clubedeautores.com.br

https://play.google.com/

www.amazon.com

 

SMC - Quais os seus principais objetivos como escritora?

Rô Mierling - Meu objetivo é expor claramente sentimentos, revoltas, dramas, fatos. Colocar para fora aquilo que muita gente sente e se cala. Mostrar a influencia e o impacto da literatura na minha vida. Mostrar que todo mundo pode fazer tudo, tanto coisas boas quanto coisas más. O mundo é maravilhoso, mas também é perigoso.

 

SMC - Pensas em publicar um novo livro?

Rô Mierling - Em dezembro vou lançar o livro Contos Confidenciais: o que existe por trás da sua porta?  Dessa vez vou mais além. Não será um livro de crônicas, mas somente de contos mais profundos em verdades e sentimentos, todos inspirados em fatos e pessoas reais. Estou coletando depoimentos, histórias e fatos e já desenvolvi boa parte da nova obra.

 

SMC - Quais os principais hobbies da escritora Rô Mierling?

Rô Mierling - Ler, ler ler. Escrever e viajar.

 

SMC - Como você vê o mercado literário brasileiro?

Rô Mierling - Capitalista e mercenário. Mas com uma nova porta que foi aberta para autores desconhecidos publicarem sozinhos ou sob pequena demanda, vejo uma luta sendo travada e batalhas sendo ganhas. Nos últimos dez anos jovens de 14 anos estão lançando livros no Brasil. Todos que tinham escritos aprisionados sem oportunidade editorial, hoje se libertam-se através da publicação virtual ou independente. Estamos sendo sábios e fazendo nosso espaço, mesmo tendo que lutar de forma ferrenha com algumas grandes editoras.

 

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Rô Mierling - Acho que devemos apostar mais em nosso povo brasileiro. Mais concursos literários, mais cursos de redação e de formação de escritores, mais chances aos pequenos escritores que, por muitas vezes, possuem enredos ótimos, faltando apenas aquela pequena oportunidade. E temos que parar de achar que oferecendo chance aos pequenos escritores dando a eles 5% ou 10% do preço da capa do livro e lucrando 90%, estamos estimulando e ajudando a esses escritores. Vamos ser mais parceiros na disseminação literária e cultural.

 

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor, muito bom conhecer melhor a Escritora Rô Mierling, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Rô Mierling - Você lê? Meus parabéns, você é um guerreiro, sua chance de se dar bem na vida, de ter um bom emprego, uma faculdade, de conseguir bens materiais através de seu próprio esforço é infinitamente maior do que as chances de quem não lê. A leitura abre portas imaginarias, mas também concretas, ler desenvolve a lógica, o pensamento crítico, a imaginação nos tira da apatia social em que o Brasil está inserido. Leia mais e ajude a quem não sabe ler. Através da leitura podemos mudar o mundo.

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor