Rodrigo Capella

Rodrigo Capella

Por Shirley M. Cavalcante (SMC)

Escritor e jornalista, Rodrigo Capella também é assessor de comunicação e diretor da empresa Interview Comunicação. Já publicou diversos livros, como “Assessor de Imprensa – fonte qualificada para uma boa notícia” (2009), “Dicas para escrever, publicar e vender um livro” (2009), “@ntologia online”(2009), “Loucuras de um escritor” (2009), Mistérios em Floripa (2009); “Rir ou chorar” (2007), “Poesia não vende” (2007), “Transroca, o navio proibido” (2005), que está sendo adaptado para o cinema, “Como mimar seu cão” (2005), e “Enigmas e Passaportes” (1997), entre outros. Participa dos principais eventos literários do Brasil, com lançamentos e palestras. Em entrevista para o projeto Divulga Escritor o escritor conta-nos sobre sua carreira literária, da importância da Assessoria de Imprensa e Redes Sociais para as pessoas e  nos dá algumas dicas literárias.

“As redes sociais já fazem parte do cotidiano das assessorias de imprensa e do jornalismo. Ao longo dos últimos anos, elas se constituíram como ferramentas essenciais durante o processo comunicacional.”

Boa Leitura!

 

SMC -  Rodrigo é um prazer tê-lo conosco no projeto Divulga Escritor, conte-nos, de que forma você iniciou seu trabalho como escritor?

Rodrigo Capella - Lembro, como se fosse hoje, quando minha avó me ajudou a escrever as primeiras poesias. Eu era muito jovem e mesmo fazer rimas era realmente muito complicado, algo de outro mundo. Hoje, consigo até brincar com esta necessidade de muitos poetas de rimar.  Apesar deste contato com a poesia, meu primeiro livro foi um romance policial, chamado “Enigmas e Passaportes”, que foi lançado com grande apoio de minha avó, mãe e família.

SMC -  Quais são suas referências literárias? Que autores influenciaram em sua formação como escritor?

Rodrigo Capella - “Enigmas e Passaportes” foi lançado com forte influência de Conan Doyle e Agatha Christie, autores que sempre me inspiraram. Também li muitos blogs, sites literários, livros de poesia, crônicas e demais gêneros. Acredito que um escritor se forma pela diversidade, pela busca constante por novos conteúdos. Há, é claro, o fator curiosidade que deve extrapolar a necessidade de ter contato com a escrita.

SMC -  Hoje você tem vários livros publicados sobre diferentes temas. Como foi surgindo estes diferentes gostos literários?

Rodrigo Capella - Sempre fui inquieto, desde pequeno. Esta inquietude, misturada com a curiosidade, me levou a ter contato com escritores diversos, de temas muito variados. Deste contato e, após muita pesquisa, nasceram crônicas, romances e textos experimentais. Os temas sempre variados, sem a necessidade de rotulá-los, de classificá-los. Sempre escrevi sem a necessidade de escrever algo concreto. Escrevo e, se der vida a algum personagem, continuo a história. Caso contrário, valeu o exercício de escrever. 

SMC - O que mais lhe inspira a escrever?

Rodrigo Capella - O cotidiano, histórias, contato com pessoas, o mar, céu etc. É complicado dizer em poucas linhas. Mas, resumidamente, eu diria que tudo me inspira, a todo momento. É como se eu vivesse em constante inspiração. Em alguns momentos, com grande intensidade; em outros, com pouca. Mas, apesar das variações, sempre inspirado.

SMC - Sobre o que trata seu primeiro livro? 

Rodrigo Capella - “Enigmas e Passaportes” conta a história do detetive Kall. Ele desvenda uma série de assassinatos e, no final do livro, conhece uma mulher, se apaixona, se casa e faz uma viagem com ela. Esse é o gancho do segundo livro. O livro traz o lado pessoal do detetive. Ele trabalha, se diverte, tem um relacionamento. Achei importante mostrar este lado.

SMC - Rodrigo você hoje é autor de mais de 20 livros, qual o livro que você destaca? E por qual motivo escolhe este livro? 

Rodrigo Capella - É complicado escolher um livro. Acredito que todos foram e são importantes. Em algum momento de minha vida, eles tiveram uma grande participação. Você conhece, certamente, o escritor pelos livros que ele escreve. Apontar apenas um é dizer para conhecerem apenas uma parte de meu trabalho.

SMC -   O que você aborda em seu livro “Assessor de Imprensa- fonte qualificada para uma boa notícia” ? Para que público você indica a leitura deste livro?

Rodrigo Capella  - Este livro tem como foco a comunicação e é fruto de um trabalho de pós-graduação que fiz na PUC. O trabalho, coordenado pela professora Marli dos Santos, continha entrevistas, análises, fundamentação teórica. Em um próximo passo, transformamos tudo no livro “Assessor de Imprensa- fonte qualificada para uma boa notícia”.

SMC – Rodrigo, na sua opinião qual a importância da Assessoria de Imprensa para as Empresas?

Rodrigo Capella  - A assessoria de imprensa tem uma importância estratégica, uma vez que auxilia as empresas durante todo o processo de comunicação, que inclui, por exemplo, mapeamento dos concorrentes, definição de diretrizes e planejamento comunicacional.

SMC – Qual a importância das Redes Sociais para o Jornalismo e a Assessoria de Imprensa?

Rodrigo Capella – As redes sociais já fazem parte do cotidiano das assessorias de imprensa e do jornalismo. Ao longo dos últimos anos, elas se constituíram como ferramentas essenciais durante o processo comunicacional.

SMC -   Rodrigo, você tem um livro “Dicas para escrever, publicar e vender um livro” lançado em 2009. Quais as principais dicas que você dá aos escritores que estão iniciando carreira?

Rodrigo Capella - Persistência. Acredito que persistência é fundamental. Tanto para escrever quanto para publicar um livro. Outra dica fundamental é a curiosidade. Um escritor curioso desenvolve melhor seu trabalho, tem melhores resultados. Uma terceira dica, e a mais complicada, é trabalhar a ansiedade. 

SMC - Onde podemos comprar os seus livros?

Rodrigo Capella - Alguns deles estão à venda em livrarias, sebos e sites. Outros podem ser lidos gratuitamente pela Internet. Quem tiver interesse, pode entrar em contato comigo por email: capella.rodrigo@gmail.com

SMC - Quais as melhorias que você citaria para o mercado literário no Brasil?

Rodrigo Capella - O mercado literário brasileiro passou a valorizar mais os autores nacionais e passou a identificar a Internet como um campo de novos autores. Isso é fantástico porque na Internet se encontra material de muita qualidade e autores com características e textos incríveis!

SMC - Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista, o Projeto Divulga Escritor agradece sua participação, muito bom conhecer melhor o Escritor Rodrigo Capella, que mensagem você deixa para nossos leitores?

Rodrigo Capella - Aventurem-se! Escrever é criar personagens sem saber qual caminho irão percorrer. Escrever é criar história sem saber o seu verdadeiro fim. Escrever é construir um livro sem saber quem realmente irá lê-lo. É por isso que, independente do gênero que você escrever, a literatura será sempre um mistério. 

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor