Saudade - por Fernanda Comenda

Saudade - por Fernanda Comenda

SAUDADE

 

Eis que a lua entra docemente

No meu quarto e me desperta…

O seu brilho ilumina-me,

Leva-me a sonhar, a voar…

 

O luar faz-me pensar nos que

Amo e já cá não estão…

Estão lá perto de ti Lua ?

Estão lá, bem perto a olhar para mim?

 

Onde ? Onde? Eu quero Vê-los

Senti-los e dizer-lhes que tenho saudades

Que não os esqueço, que me fazem falta…

 

Mas a lua lá continua, sempre a brilhar,

Sempre a iluminar-me e não responde,

Mas eu sei a resposta: eles estão no meu coração !

                                                                                                                   

                                                                      in  Aqui Há Poetas, Poesia Sem Gavetas , Parte I, 2013, Pastelaria Studios

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor