Seu nome é Liberdade - José Sepúlveda

Seu nome é Liberdade - José Sepúlveda

Seu nome é Liberdade

(História duma menina nascida na prisão, que teve como pai um prisioneiro e por padrinho um carcereiro que lhe chamou Liberdade)

 

Cativo, na prisão, pagando a pena

Por erros que na vida praticou,

Co'a esposa se deitou na tarde amena;

E esta, em seu calvário, engravidou.

 

Ei-la que nasce, bela, tão serena!

Ao vê-la, o carcereiro, então, gritou:

- Seu nome é Liberdade! - e a pequena,

Com sua doce esposa, apadrinhou.

 

Gerado o ser nas lavas de um vulcão,

Embriagado, em pura convulsão, 

Qual preso de si mesmo, em cativeiro,

 

O preso sentiu paz, felicidade,

Mas logo viu fugir-lhe a Liberdade

Nos braços da mulher do carcereiro!

 

 

 

 
José SepúlvedaSeu nome é Liberdade
(História duma menina nascida na prisão, que teve como pai um prisioneiro e por padrinho um carcereiro que lhe chamou Liberdade)
 
Cativo, na prisão, pagando a pena
Por erros que na vida praticou,
Co'a esposa se deitou na tarde amena;
E esta, em seu calvário, engravidou.
 
Ei-la que nasce, bela, tão serena!
Ao vê-la, o carcereiro, então, gritou:
- Seu nome é Liberdade! - e a pequena,
Com sua doce esposa, apadrinhou.
 
Gerado o ser nas lavas de um vulcão,
Embriagado, em pura convulsão, 
Qual preso de si mesmo, em cativeiro,
 
O preso sentiu paz, felicidade,
Mas logo viu fugir-lhe a Liberdade
Nos braços da mulher do carcereiro!
 
José Sepúlveda

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor