Somos Constelações de Vidas - por Simone Guerra

Somos Constelações de Vidas - por Simone Guerra

 

            “Meus pensamentos são estrelas que eu não consigo arrumar em constelações” – esta é a frase famosa do livro de John Green, A Culpa é das Estrelas. E que livro!

            Existem pessoas que passam a vida inteira sem arrumar suas constelações de interesses pessoais, sem fazer com que seus sonhos se tornem reais, sem ter vontade de tentar o novo, estas permanecem em suas constelações limitadas. Brilham sozinhas como estrelas, no céu escuro da vida, enquanto poderiam iluminar um planeta todo.

            A vida para algumas pessoas, não passam de cenas sem roteiros próprios. Elas ficam esperando o texto dos outros para entrar no palco de suas próprias histórias. É mais fácil viver na comodidade de um único texto para tentar brilhar, do que testar outros roteiros, e ir descobrindo outras possibilidades de ser feliz.

            Nossos pensamentos até podem não se ajeitarem em constelações, mas não podemos brilhar nossa luz em um único foco, pois é mediocridade demais.

            Não podemos culpar as estrelas como tem o título do livro de Green, temos que culpar a nós mesmos por ser tão desumanos com a nossas vontades, tão pequenos em nossos sonhos, e tão enfadonhos nas nossas constelações de amar e amar o outro.

            Se for preciso mover um céu para fazer sorrir o outro, que seja. Se for preciso ir até a via láctea para ter a amizade, o carinho e o amor do outro, que seja. Se for preciso mexer na inclinação da terra para que o outro viva melhor ou sobreviva, apenas faça. Faça a sua estrela brilhar para outro, pois assim, perceberá o quanto irradiante você é.

            Não permita que sua alma morra, porque você não tem a capacidade de arrumar sua vida em constelações de amor, paz e sobriedade. Seja a luz diferente. Seja uma pessoa melhor. Faça sua alma iluminar caminhos escuros e sem paz.

            É preciso dar ao outro para que você se sinta completo. É preciso olhar dentro do outro, para você se realizar enquanto pessoa. É preciso simplicidade para enxergar o mundo, mas é preciso coragem para enfrentar a vida.

            Os nossos pensamentos são a potência que precisamos para vencer os problemas, para tomar as decisões, para viver com mais alegria. Os pensamentos são os nossos segredos para uma vida melhor, mais digna e honesta. Os nossos pensamentos devem ser constelações de positividade.

            O mundo poderia ser diferente, se nós pudéssemos nos arrumar como estrelas irradiantes pelo simples fato de existir. Se na escuridão do nosso dia a dia, pudéssemos pedir a outras estrelas que nos doassem mais luz de pureza e amor para as nossas constelações, seria mais fácil a partilha. Apenas na troca de luminosidades, descobrimos que brilhar é simples demais, e que depende apenas das nossas vontades de doação ao outro.

            Não vamos permitir o momento passar, o tempo fugir, a vida seguir apenas com uma luz quase apagada da nossa falta de vontade, mas sim, vamos tentar o nosso melhor, vivendo em constelações de amor e troca enquanto podemos brilhar.

            Como orou São Francisco: - onde houver trevas que eu leve a luz... Vamos levar luz para as pessoas, para o mundo, e fazer com que nossos pensamentos de amor, alegria, amizade, solidariedade, sejam brilhares constantes nas constelações de nossas vidas.

            “Quero me fazer em luz, distribuindo luminosidades diferenciadas, para que minha constelação não se apague com as indiferenças de outras luzes.”

 

Blog da Escritora: http://paracruzaroatlantico.blogspot.com.br/

 

Publicado em 23/02/3014

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor