Somos vítimas da vida, do destino ou do nosso próprio pensamento? - por Isi Golfetto

Somos vítimas da vida, do destino ou do nosso próprio pensamento? - por Isi Golfetto

“Em tempos de grande estresse ou adversidade é sempre melhor manter-se ocupado e colocar sua raiva e energia em algo positivo.” Lee Lacocca

“A maior arma contra o estresse é a nossa habilidade de escolher um pensamento ao invés do outro.” William James

Somos vítimas da vida, do destino ou do nosso próprio pensamento? By Isi Golfetto

Podemos afirmar que vivemos em um mundo onde todos parecem estar estressados com alguma coisa ou com alguém e em qualquer lugar. Aos poucos esse sentimento negativo começa a nos afetar e sem nos darmos conta lá estamos nós explodindo por qualquer coisa. Mas será mesmo que é por qualquer coisa?
Vamos conferir o que pode deixar uma pessoa estressada logo cedo. Motivos não faltam: o noticiário sensacionalista da TV ou do jornal no café da manhã; o trânsito para ir ao trabalho; o clima do dia que não está ajudando em nada (ou porque está chovendo demais ou porque está muito sol); ter que encarar o chefe que pega no pé o tempo todo (pelo amor...); a falta de ânimo em relação a profissão que já não está mais fazendo o menor sentido para você; e para finalizar a nossa lista o motivo mais “estressante” de todos: o seu relacionamento que está indo (ou já foi) ladeira abaixo. Depois de uma lista dessas levanta a mão quem está com aquela energia positiva!
Podemos perceber que ficamos estressados porque nossos pensamentos são alimentados com assuntos negativos, nossas prioridades estão confusas e acabamos influenciados e sem perspectivas.
Temos que reestruturar nosso pensamento e entender que o que nos leva a andar não são nossas pernas mas a decisão que tomamos de andar. Que nem sempre podemos mudar o que nos causa estresse, mas podemos controlar a nossa atitude, escolher entre ficar ou não com o problema ou decidir por uma solução e agir.
Segundo Einstein: “Os problemas significativos que enfrentamos não poderão ser resolvidos pelo mesmo nível de pensamento que os criou.”
Portanto, vamos refletir em três possibilidades que podem fazer a diferença em nossa vida:
Escolher. Qual está sendo a sua reação às situações estressantes que você está vivendo? Identifique pessoas, situações e objetos que causam estresse. Verifique o que pode ser eliminado completamente, o que é possível minimizar e o que você pode evitar. Na medida do possível, afaste-se de tudo o que interfere de maneira negativa em sua vida.
Decidir é uma arte que deve ser aprendida e exercitada. Decidir significa eliminar alternativas e prender-se ao que é essencial. Decidir requer coragem. É a força que nos acompanha para testar a nossa capacidade de realização, determinação, persistência.
Agir. Entrar em ação, mudar. Alterar uma situação que já não corresponde mais às suas expectativas.
Conta-se que em um congresso sobre “Gerenciamento de Estresse” uma psicóloga levantou um copo de água. Todos pensaram que ela perguntaria: "O copo está meio cheio ou meio vazio?" Mas a pergunta foi: "Quanto pesa este copo de água?"
As respostas variaram entre 100 e 350g.
"O peso absoluto não importa, respondeu ela. O que realmente importa é o tempo que você segurar o copo. Vamos supor, se eu segurar o copo por um minuto, não tem problema. Já, se eu o segurar durante uma hora, ficarei com dor no braço. Agora imaginem se eu o segurar por um dia inteiro... o meu braço ficará amortecido e paralisado. Em todos os casos o peso do copo não mudou, o que mudou foi o tempo que eu o segurei, Quanto mais tempo, mais pesado o copo ficou".
E ela continuou: "O estresse e as preocupações da vida são como esse copo de água. Se eu pensar sobre eles por um tempo, nada acontece. Se pensar sobre eles um pouco mais de tempo eles começam a machucar. Agora imagine se eu pensar sobre eles o dia todo... vou ficar paralisada, incapaz de fazer qualquer movimento".
Qual o peso que você está segurando por não ter a coragem de escolher, decidir e agir diante de uma situação em sua vida? Ficar segurando o problema só vai fazê-lo crescer cada vez mais e em nada vai diminuir o seu estresse. Dê o primeiro passo, escolha um caminho, decida o que você realmente quer e mude sua vida antes que a mão dura do destino toque seus ombros.
Em qualquer que seja a situação, por mais difícil que seja a escolha e a decisão não deixe o peso das suas preocupações e estresse roubarem a sua alegria de viver!
Agradeço a sua escolha de ler este post, que suas decisões sejam sábias e que mude sua vida para melhor!
Um grande e forte abraço
Isi

 

publicado em 24/05/2014

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor