Sonho de uma noite de verão - por Jose Lopes da Nave

Sonho de uma noite de verão - por Jose Lopes da Nave
SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO
 
 
 
Na varanda, a dormitar,
 
sob este doce sol de inverno
 
sinto, junto a min, uma frescura de ti, a me soprar
 
que me faz sonhar…
 
Ao longe, grilos e ralos no seu trivial entoar,
 
pirilampos pincelam o esvoaçar,
 
uma cigarra celebra um alvorear,
 
distante, a melodia das noites de verão a escutar.
 
Nesta passagem do tempo, falta-me o rouxinol numa canção de amor a trautear,
 
tu, a meu lado, em gorjeio acompanhar.
 
Oh, se junto a mim te haver,
 
te pudesse acariciar,
 
tuas blandícias conseguisse ensejar!
 
Se tuas mãos, afagando-me o rosto sentir,
 
teus lábios de leve pelas minhas faces perpassar,
 
os meus a te beijar!
 
Se pudesse tuas mãos entre as minhas ameigar!
 
O silêncio seria agora serenidade,
 
quietude e tranquilidade.
 
Se faunos nos bosques e fadas na planície houvessem,
 
seria benigna a hora para que eles saíssem ,
 
ao luzir quente da noite de verão bailar viessem
 
bem junto a mim te trouxessem,
 
do amor meu saudades matassem.
 
 
 
José Lopes da Nave
 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor