Sonia Regina Rocha Rodrigues - Entrevistada

Sonia Regina Rocha Rodrigues - Entrevistada

por Giuliano de Méroe 

 

Sonia Regina Rocha Rodrigues nasceu em Santos; é médica e escritora de sucesso. Participa de diversas atividades culturais, como o grupo ‘Um dedo de Prosa’, cujo grupo é responsável pela produção literária de um jornal de mesmo nome. Foram editadas também a revista ‘ Chapéu de Sol’, uma agenda literária, antologia, palestras e exposições, no período de 1996 a 2001.

Homenageada com vários prêmios, como a obtenção do primeiro lugar no I Concurso Mario Covas de 2003, organizado pela prefeitura de Santos, e também o primeiro lugar no concurso de Histórias Infantis do Proler em parceria com o jornal A Tribuna em 2003.

Em 2014, obteve com destaque o primeiro lugar nos Jogos Florais de Santos, da categoria regional.

 Atualmente participa da União Brasileira de Trovadores e frequenta vários grupos de leitores e ativistas culturais da baixada.

 

“Talvez por lidar muito de perto com os segredos humanos, o médico tem acesso, em primeira mão, a um rico material que se presta à literatura. Por outro lado, como o médico está preso ao segredo profissional e em contato direto com a dor, escrever passa a ser uma espécie de catarse, de limpeza emocional.”

 

Boa Leitura!

 

Divulga Escritor - Escritora Sonia Regina, é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor. Conte-nos como aflorou seu talento como escritora?

Sonia Regina - Eu leio muito e sempre tive prazer em contar histórias. Na escola, minha aula preferida era a de redação, e as minhas eram lidas em voz alta pela professora. Meu prazer com a leitura começou cedo, com as histórias de Monteiro Lobato que meus pais liam para mim antes de dormir.

Aos domingos, meu pai lia Castro Alves  e Casimiro de Abreu para a família,  e minha mãe comentava as poesias de Maria José Aranha de Resende, que lia no suplemento feminino. Eu admirava os escritores e desejava pertencer ao mundo deles, um mundo compartilhado de sonhos, valores e ideias.

 

Divulga Escritor - Como médica e escritora, você enxerga nessas duas atividades algum laço em comum?

Sonia Regina - Sim, há um laço em comum, não é por acaso que grandes escritores foram médicos, como Guimarães Rosa, Afrânio Peixoto, Tolstoi, Conan Doyle, Somerseth Maughan. Talvez por lidar muito de perto com os segredos humanos, o médico tem acesso, em primeira mão, a um rico material que se presta à literatura. Por outro lado, como o médico está preso ao segredo profissional e em contato direto com a dor, escrever passa a ser uma espécie de catarse, de limpeza emocional.

 

Divulga Escritor - Em 1999, você lançou o livro: “O que você diz a seu filho - programação neurolinguística” Este livro ainda esta a venda? Qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor através desta obra literária?
Sonia Regina - “O que você diz a seu filho” é um livro técnico sobre programação neurolinguística, dirigido a pais e educadores. Não se trata de um texto literário. Na época, eu adaptei para livro a minha tese de pós-graduação. Eu estava interessada no impacto que a propaganda tem sobre o comportamento das crianças, colocando em suas mentes objetivos de consumo. Os pais precisam ter noção de como os valores são transmitidos – pelo exemplo, sendo que palavras tem mínima influência no aprendizado dos pequenos. O objetivo do livro era criar uma consciência de uma paternidade responsável. O livro teve duas edições, já esgotadas. Atualmente exemplares podem ser adquiridos através do Clube dos Autores, um site que faz impressão sob demanda.

 

Divulga Escritor - Sonia, seu livro “É suave a noite”, contém diversos contos, alguns premiados em concursos, outros publicadas em revista. Há alguma mensagem comum entre eles, que você deseja transmitir ao leitor?
Sonia Regina - O livro é uma miscelânea, tem conto policial, crônica histórica, recordações de infância, viagens e até fantasia. Eu sinto um fascínio pelos aspectos bizarros da realidade, mas gosto de focar nos aspectos positivos da vida. Por exemplo, no conto A freira, falo de um fantasma bem conhecido no meio médico, frisando que em Santos, terra de poetas, até os fantasmas são seres de luz.

 

Divulga Escritor - O que diferencia “É suave a noite” de seu livro de contos “Dias de Verão – Contos e Crônicas”?

Sonia Regina - Quase vinte anos se passaram entre um e outro livro. Amadureci como autora. Fiz oficinas literárias, cursos de aprimoramento, burilei as ideias. Os contos de “Dias de Verão” eram muito curtos, escritos para o jornal literário Um dedo de prosa (que circulou em Santos de 1996 a 2000 ) e estavam voltados para a leitura rápida. Os contos de “É suave a noite” são mais longos, alguns exigiram pesquisa, como A presença, que se refere a uma rara e curiosa condição genética, e o conto ganhador do prêmio Mário Covas, cujo tema era o Museu do Café. Os textos desse último livro são bem mais estruturados literariamente.

 

Divulga Escritor - Em relação ao livro “Coisas de médicos, poetas, doidos e afins”, seu conteúdo foi inspirado em sua experiência com a medicina e literatura? Pode nos contar, resumidamente, como ele foi elaborado?

Sonia Regina - No decorrer de minha profissão vi muito coisa curiosa, como o de uma criança apareceu de manhã com uma cicatriz que não existia na noite anterior. A mãe  foi em procura do que acontecera e me revelou uma história fora do comum. Uma adolescente me mostrou uma certidão de nascimento de seu filho onde o cartório registrou “filho de mãe desconhecida”. Um morto acordou durante o velório e o fato causou a maior comoção. Fui anotando esses acontecimentos e meditando sobre eles até encontrar um fórmula literária para eles.

 

Divulga Escritor - Você tem um Blog onde escreve sobre viagens, como surgiu o Blog? Que tipos de textos escreves para o leitor? (

Sonia Regina - Viagens são a minha paixão. Fiquei muitos anos sem viajar por conta da profissão e dos filhos, agora estou tirando o atraso. O blog nasceu do meu hábito de fazer relatos de viagens – álbuns onde colocava, ao lado das fotos, minha opinião sobre os passeios, onde comemos, quanto pagamos etc. Com o aparecimento da internet, percebi que era muito mais simples consultar essas informações em um blog, além de não ocupar espaço. Eu coloco lá as minhas opções, que são um pouco diferentes da média. Por exemplo, em Londres fui a Baker Street conhecer a imaginária casa de Sherlock Holmes, tenho uma coleção de fotos de árvores na Nova Zelândia e fiz uma reportagem longa com fotos do Museu de Azulejo em Lisboa. Não coloco coisas que o turista possa achar mais facilmente em sites profissionais, que lhe fornecem os preços atuais de todos os hotéis e passeios locais.

http://viagensrelatosedicas.blogspot.com.br/

 

Divulga Escritor - Onde podemos comprar os seus livros? (Indique até 3 links para compra e endereço de e-mail)

Sonia Regina - “É suave à noite” está à venda, em papel, no endereço:
Terra Brasil Papelaria – Av. Dr. Epitácio Pessoa, 396 – loja 28
Santos/SP
http://soniareginarocharodrigues.blogspot.com.br /
(e-mail pode ser enviado para a autora pelo site)

“Coisas de médicos, poetas, doidos e afins” – apenas pela internet:
http://www.bookess.com/read/21234-coisas-de-medicos-poetas-doidos-e-afins/

 

“O que você diz a seu filho?” – em papel ou em livro digital
https://www.clubedeautores.com.br/book/170540--O_que_voce_diz_a_seu_filho?topic=medicina
 

Divulga Escritor - Você é membro da União Brasileira de Trovadores da baixada santista - SP, Instituição pela qual temos grande admiração. Conte-nos qual o objetivo desse grupo e, como deverão proceder aqueles que desejam se tornar membros?

Sonia Regina - Este é um grupo muito alegre, de pessoas que gostam de celebrar a vida com muita alegria através de suas trovas, gênero fácil de entender e muito difícil de fazer.

A UBT – Santos se reúne mensalmente no IHGS Instituto Histórico e Geográfico de Santos (avenida Conselheiro Nébias, 689) as reuniões são abertas ao público, acontecem às 15 horas da última quarta-feira de cada mês. Não é necessário ser sócio do IHGS para participar.

Os interessados podem conferir o tema do mês no site:

http://trovadoresdesantos.blogspot.com.br/

 

Divulga Escritor - O que você sugere para o aprimoramento do mercado literário no Brasil?

Sonia Regina - Nosso país precisa urgentemente investir em bibliotecas. Os leitores vão a bibliotecas, onde um mesmo exemplar é lido por dezenas de leitores, economizando árvores. Hoje é muito difícil ter em casa espaço para livros, e o alto preço dos mesmos não atrai. Eu troco frequentemente livros com amigos, frequento sebos, compro livros digitais. Se as bibliotecas públicas investissem em grupos de leitura, comprariam 20 ou 30 livros dos títulos escolhidos mensalmente, e todo mundo ganharia: a editora venderia, os leitores teriam acesso ao livro e a biblioteca cumpriria seu papel social. No Canadá e na Austrália, onde as bibliotecas investem em dezenas de títulos novos todos os meses, as bibliotecas são espaços de intenso intercâmbio cultural.

 

Divulga Escritor - Estamos chegando ao fim da entrevista. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Estamos felizes em conhecer o estilo literário da escritora Sonia Regina Rocha Rodrigues. Qual mensagem você gostaria de transmitir aos nossos leitores?

Sonia Regina - Leia. A leitura amplia a visão de mundo das pessoas. Não precisa começar por autores “difíceis”. Comece pelo que goste, não tenha preconceitos, grandes autores também escreveram sobre vampiros, comidas e contos policiais. Os jovens devem começar a ler enredos simples, de fácil entendimento e aos poucos sentirão naturalmente desejo de  fazer amizade com outros estilos e autores.

 

 

Participe do projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

 

 


 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor