T. S. Duque - Entrevistado

T. S. Duque - Entrevistado

por Shirley M. Cavalcante (SMC)

 

T.S.Duque nasceu em São Paulo, onde mora atualmente com a esposa e os dois filhos. É formado em Engenharia Logística e trabalha como tal na maior parte do tempo. Começou a escrever aos 22 anos de idade com o primeiro volume da série Tânton e as fortalezas de Asmodeus em 2012, título que o lançou no universo literário fantástico brasileiro. Sempre foi apaixonado pelo mundo das letras e a entrada na literatura ocorreu de forma natural, através do gosto pela leitura e as ideias que sempre borbulhavam em sua cabeça. Dessa paixão literária e dessas ideias nasceu Tânton, seu principal personagem e mestre, que vem ensinando grandes lições a este autor que está apenas começando e evoluindo.

 

“É muito difícil lutar contra isso, contra um inimigo que se parece tanto com você. Esse é um desafio histórico.”

 

Boa Leitura!

 

Escritor T. S. Duque é um prazer contarmos com a sua participação no projeto Divulga Escritor, conte-nos o que o motivou a ter gosto pela escrita literária?

T. S. Duque -  Olá, o prazer é todo meu. Quero deixar primeiramente um enorme abraço a todos do Projeto Divulga Escritor e também a você que está lendo essa entrevista. Creio que o gosto por escrever nasce depois do gosto por leitura e é por isso que estou aqui. Sempre gostei muito de ler, desde muito pequeno, e meu sonho sempre foi fazer parte desse universo literário, sobretudo, em um gênero que é pouco difundido por aqui: a ficção fantástica. Sempre li muito autores de livros infanto-juvenil e ficção e via, com pesar, que todos eram estrangeiros, então pensei: por que não? Depois disso comecei a pesquisar e descobri que existem outros autores brasileiros nesse gênero e são fantásticos. Meu sonho é fazer parte disso a cada dia mais.

 

Em que momento pensou em escrever “Tânton”?

T. S. Duque -  Foi quando estava dormindo (risos). Tive um sonho espetacular de uma cena que está no livro e dali comecei a imaginar todo o universo, a trama, os personagens, foi um processo de pelo menos três anos até ter a base para o primeiro livro concretizada.

 

Quando iniciou a escrita do livro, já sabia que iria ser uma série?

T. S. Duque -  Sim, por um motivo simples: sou fã de séries, tanto de livros quanto cinematográficas. Gosto de histórias longas, que terminam parcialmente em um livro ou temporada e se inicia em outra da mesma maneira que terminou a anterior, sempre achei isso fantástico. É como se a história fosse tão boa ao ponto de você não querer que acabe, pois você acaba criando um mundo todo seu, parece que você faz parte dele e, o fim disso, em nossa cabeça, parece ser o fim de muitas outras coisas. É como na vida, gosto de imaginar, um desafio sempre vem seguido de outro e a batalha nunca termina até que chegue ao real fim. O segredo é não deixar acabar de qualquer jeito ou até que esteja realmente pronto para partir. Tenho certeza que muitos passam por isso.

 

Conte-nos um pouco sobre o primeiro volume “Tânton e as fortalezas de Asmodeus”?

T. S. Duque -  O livro narra a trajetória de Tânton, um jovem que carrega uma arma poderosa, no reino das trevas, que vai em busca dos príncipes do inferno para subjuga-los e prendê-los no tempo, afim de livrar a humanidade de suas influencias demoníacas, além de libertar seus irmãos das garras desses poderosos habitantes do reino das trevas. O primeiro livro fala sobre Asmodeus que representa, na história, o demônio responsável pela luxuria e prostituição. Tânton precisa ir até seus domínios e resgatar sua irmã que está presa com ele, mas durante a história ele descobre que a luta é muito maior do que essa.

 

De que forma o enredo continua em “Tânton nas forjas da ira”?

T. S. Duque -  Nas forjas da ira a história continua exatamente onde parou e Tânton, agora mais maduro e entendendo melhor o que está acontecendo no mundo, vai em busca de Azazel, demônio responsável pela ira na história. O objetivo é prendê-lo no tempo e destruir seus domínios no reino das trevas, fazendo com que seus objetivos no mundo real também desapareçam. A maior diferença entre os dois livros é que, diferentemente do primeiro volume que trata bastante de explicar a história, a origem de Tânton e sua família além de criar o pano de fundo principal, sem deixar faltar muita aventura, é claro, o segundo volume é mais eletrizante no que diz respeito aos desafios enfrentados por ele e também ao psicológico envolvido, sobretudo pelo encontro com um velho conhecido.

 

Com relação ao enredo, qual a mensagem que você quer transmitir ao leitor?

T. S. Duque -  A mensagem mais poderosa desta série é o poder que temos de fazer todas as coisas acontecerem e, acima de tudo, o papel importantíssimo que o amor tem nisso tudo. É um sentimento que não pode nos faltar, jamais. A história foca principalmente nisso, no amor, na esperança e na fé e o que pode estar em jogo se isso tudo vier a acabar no mundo. Além disso, por ser uma história de ficção, muitos podem identificar mensagens muito diretas a si mesmos, fato que faz parte de qualquer leitura e aí é que está o prazer da literatura.

 

O que mais o encanta em “Tânton”?

T. S. Duque -  O que me encanta muito é a dinâmica entre nosso mundo e o reino das trevas que, no livro, são os dois cenários principais. É incrível como se parecem e também a influência, boa e ruim, que um exerce sobre o outro e vice-e-versa. É muito difícil lutar contra isso, contra um inimigo que se parece tanto com você. Esse é um desafio histórico.

 

Onde podemos comprar o seu livro?

T. S. Duque -  O livro pode ser adquirido no meu site www.tsduqueoficial.com, ou no site da editora www.editoraapmc.com.br ou através do e-mail t.s.duque@outlook.com. O envio é feito para todo o Brasil.

 

Quais os seus principais objetivos como escritor?

T. S. Duque -  Meu principal objetivo é ser lido, realmente não há maior prazer. É um hobby que quero levar para a vida toda. Além de contribuir para um cenário nacional que tem pouca visibilidade, infelizmente, mas que possui seus diferenciais históricos para uma sociedade se desenvolver.  

 

Pois bem, estamos chegando ao fim da entrevista. Muito bom conhecer melhor a série “Tânton” do autor T. S. Duque. Agradecemos sua participação no projeto Divulga Escritor. Que mensagem você deixa para nossos leitores?

T. S. Duque -  Quero agradecer imensamente esta oportunidade e quero convidar você, leitor (a) a visitar meu site e/ou minhas redes sociais para bater um papo, saber mais sobre mim e sobre as histórias e também ficar por dentro do meu próximo lançamento que está em fase de edição chamado: Senhor dos Ossos. Um grande abraço!

 

 

Serviços:

https://www.facebook.com/T.S.Duque/

Twitter - @tsduks

t.s.duque@outlook.com

tsduqueoficial.com

 

Participe do Projeto Divulga Escritor

https://www.facebook.com/DivulgaEscritor

Email: divulga@divulgaescritor.com

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor