Teus Olhos - por José Sepúlveda

Teus Olhos - por José Sepúlveda
Teus olhos 
 
Rios de amor descendo p'la colina 
Por entre os pedregais e os abrolhos, 
Regatos de água pura, cristalina, 
Que saltam do verdor desses teus olhos.
 
E sigo esperançoso, rio acima 
Envolto nesse olhar e vou seguindo 
Buscando nos teus olhos de menina 
O enlevo dum amor tão puro e lindo 
 
E quando atinjo o cume em paz e em Glória 
Eu sinto em mim o gozo da vitória 
No olor de cada flor em seu matiz
 
E com o teu olhar no pensamento 
Eu canto aos quatro ventos num momento 
Os versos tão singelos que te fiz.
 
José Sepúlveda
 
 
 
 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor