Texto poético de nosso colunista João Paulo Bernardino

Texto poético de nosso colunista João Paulo Bernardino

 

De repente bateu uma saudade dos teus abraços melosos
do teu toque, do perfume da tua pele, do calor da tua voz ao ouvido
deixando-me a navegar em pensamentos apaixonantes.
Oh!, como adoro pensar na loucura da nossa paixão
que me faz voltar à razão e sentir-me tão bem
desejando a tua companhia e os beijos inesperados
daqueles que qualquer mulher gosta de receber para se sentir viva.
Céus!, não durmo uma noite inteira sem que acorde
rogando para que voltes depressa e aqueças a minha alma
e este coração consiga suavizar de uma vez por todas o seu batimento
para calmamente poder escrever nas paredes do céu o quanto te amo de verdade.

João Paulo Bernardino – Escritor

 

   

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor