Tontura Visual - por Conceição Oliveira

Tontura Visual - por Conceição Oliveira

TONTURA VISUAL

 

Incendiado

O azur prepara o fim de tarde…

 

Tudo tem fim.

Tudo tem começo.

 

Crepúsculo, olhos rasos de amarelo,

Receptáculo

Do anoitecer…

Nesta ausência de mim…

 

As borboletas, outras,

Escondidas sob a folhagem escaldante,

Simbolizam a volatilidade da vida.

 

E nunca meus olhos viram

Poema

Finura  

Tintas sedosas

Indissolúveis…

 

E um céu assim.

 

O caminho, inundado de paz

Tontura

Rasando a cegueira

Onde só vejo oiro

Púrpura

Carmim.

 

Conceição Oliveira,

In, SOLAR de POETAS - Colectânea de Poesia, volume II,

Modocromia em parceria com o Solar de Poetas.

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

        

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor