Tu... café - por Noka

Tu... café - por Noka

Tu…café!

 

Acordas-me no teu amanhecer

Olhas-me calma e ardentemente

Na denúncia do teu desejo.

Tocas os meus lábios de uma forma única

Passeias em mim o teu delicioso aroma

Atendendo a esse anseio

Que não é breve, nem passageiro

É perene e verdadeiro.

 

E com ele acendes a chama

Que apenas se acalma

No abraço do desejo entendido

Por um rasto voluptuoso e

Fervorosamente conseguido.

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor