Um Conto de Natal - por Tito Mellão Laraya

Um Conto de Natal - por Tito Mellão Laraya

UM CONTO DE NATAL

 

        Naquele natal um padre ia passar a celebração conosco, eu era ainda criança, mas lembro-me da cena com clareza.

 

        Havia sobre a mesa da sala um prato com tâmaras, na hora dos presentes o sacerdote deu uma fruta cada um pediu-nos que esperasse.

 

        Logo após ele contou-nos uma estória: “Na fuga de Maria, José e o Menino Jesus ao Egito, a sagrada família passava fome.

 

        “Nisto em um oásis viram uma tamareira carregada, no que Nossa Senhora, com admiração, pronunciaram um “Oh”, e é por isso que até hoje, nas sementes desta fruta existe uma letra “O marcada.”

 

        Comemos nossas frutas e pusemos a procurar a marca, e foi com grande alegria que descobrimos que todas estavam marcadas.

 

                Naquele Natal, PE. Júlio, aquele sacerdote, deu-me o maior presente de Natal, provou-me a existência do Menino Deus, e naquele dia em diante tive a certeza que Jesus existiu que ele era o Messias, o Emanuel.

 

                E a beleza daquele dia transbordou por toda aminha existência, o que neste momento agora, compartilho com todos.

 

                Feliz Natal!            

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor