Um Fantasma - por Antonio Carlos Gomes

Um Fantasma - por Antonio Carlos Gomes

UM FANTASMA

 

Presença

Na ausência

É fantasma!

Um rosto

Disforme na multidão,

Uma mensagem calada,

Quem sabe cifrada,

Disparando o coração.

 

Quem és tu?

És sem formas, desconhecida.

Vem atravessar meu pensar

Trazes a mim, a angustia súbita

De amar...  talvez...

Mas a quem amar?

 

Quem és espectro que anda

Por entre ruas agitadas.

Levando-me a dor insana

De amar, sem saber nada?

 

Se existes só em sonhos

Sonhos de dor, bisonhos,

De carência e sofrimento

Andas e, segue os tormentos

De minha alma. Ao relento?

 

Na multidão que segue na calçada

No riso doido do sofrimento,

Enquanto o coração apertado

Faz da solidão o seu tormento

Segues, apenas segues ignorada.

Ignorando meu sofrimento.

 

20/07/12

Tony-poeta

 

Página de nosso colunista Antônio Carlos Gomes

http://www.divulgaescritor.com/products/antonio-carlos-gomes-colunista/

 

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor