Uma hóspede irrecusável - por Patrícia Dantas

Uma hóspede irrecusável - por Patrícia Dantas

Imagem do Filme O Turista

Uma hóspede irrecusável

 

Tenho minhas pausas. É que às vezes tenho olhado demais para tudo o que me cerca e pensado sobre coisas que podem jamais acontecer, ou talvez já tenham até acontecido, com outras roupagens, como retalhos soltos que precisam de combinações para formarem uma linda colcha colorida. E aí vemos a sublime e única encomenda. (Uma pausa.) Lembro de ter deixado alguns movimentos do tempo sem percepção alguma...eles me passaram como a sombra de um fantasma imaginário. Não conseguiria suspendê-los no ar para voltar no tempo, já que a volta é ilusória e não existe de fato. Também não existem máquinas que suportem tamanha existência despercebida. Deixo tudo seguir como se o destino me segurasse fortemente nas mãos. (O que não se percebe pode ser que se tenha vivido de forma mais leve ou mais intensa, tudo depende da pessoa.)

Na verdade, estou numa pausa longa. É como um ser que toma conta do outro, se apossa sem culpas e não informa o dia da despedida. Minhas pausas costumam vir quando menos espero, sem temperamentos – como pessoas temperamentais! - que sinalizem o momento exato para se instalarem nas minhas horas. Apenas vêm, fortes e galopantes como um misterioso cavalo preto num campo outonal. Assim, acabo cedendo aos seus longos dias de visita e me doo por completo; nem penso até quando irão ficar, pois são elas que decidem o tempo certo, a medida exata de fazerem de todas cenas que criam, exploráveis palcos supremos para livros que talvez nunca sejam escritos.

Meu medo maior é se, de repente, sem mais nem menos, ou outra ideia melhor, ela, esta pausa que está aqui agora, resolver um dia se instalar para sempre, como uma hóspede irrecusável. Sei que suas estadas até agora foram indeterminadas, mas sempre resolveram ir embora. E no dia que decidirem ficar? Como posso conversar abertamente com quem me conhece mais que eu? Não saberia a quem recorrer dentro de mim, já que tudo é tão conhecido e visível a olho nu.

***

 

Página de nossa colunista Patrícia Dantas

http://www.divulgaescritor.com/products/ao-bel-prazer-por-patricia-dantas/

 

 

Conheça outros parceiros da rede de divulgação "Divulga Escritor"!

 

       

 

 

Serviços Divulga Escritor:

Divulgar Livros:

 

Editoras parceiras Divulga Escritor